HOSPITAL GERAL DO TRAUMA É APRESENTADO AO PROCURADOR GERAL DO ESTADO


Ana Paula Paixão

Fotos: Ascom Divulgação

Em um esforço conjunto para atender às necessidades da área da saúde no norte de Minas, a Maçonaria, com apoio do ex-superintendente da Santa Casa Montes Claros, Samuel Figueira, foi apresentando nesta quinta-feira (18), o projeto do Hospital do Trauma ao Procurador do Estado de Minas Gerais, Dr. Jarbas Soares. Considerada como uma reunião de extrema importância, o projeto do Hospital do Trauma representa mais um grande passo na busca por melhores cuidados de saúde para a cidade de Montes Claros e os municípios de toda a região norte de Minas. A reunião marcou um momento crucial na tentativa de resgatar a iniciativa que espera desde 2011 para se tornar realidade.

O projeto foi inicialmente concebido em 2011 pela Santa Casa, através do Samuel Figueira. Em 2013, através de iniciativa do atual superintendente da Santa Casa Montes Claros, Mauricio Sergio Sousa e Silva. Na ocasião, Maurício Sérgio era presidente do Conselho de Veneráveis da Maçonaria (Convenorte) e liderou uma reunião com o então governador Antonio Anastasia. Aproximadamente 1000 maçons apoiaram e participaram do encontro.

“O projeto chegou a ser licitado entre os anos de 2014 e 2015. No entanto, por razões diversas, o projeto estagnou e não avançou. Agora, a Maçonaria, em parceria com o ex-superintendente Samuel Figueira e o superintendente Maurício Sérgio, está empenhada em resgatar a iniciativa para atender à crescente demanda por serviços de urgência e emergência na região”, afirma o diretor de Negócios do hospital, Leandro Sarmento.

Numa localização geográfica extremamente estratégica, Montes Claros está inserida no segundo maior entroncamento rodoviário do país e enfrenta desafios diários em termos de saúde pública, especialmente no que diz respeito aos casos de trauma. “A necessidade de um Hospital do Trauma se tornou primordial devido à crescente demanda por atendimento de urgência e emergência nas últimas décadas e, inúmeras vezes, sobrecarregando instituições hospitalares como a Santa Casa”, afirma o superintendente da Santa Casa, Maurício Sérgio.

A situação de superlotação no Pronto Socorro da Santa Casa Montes Claros, bem como dos demais hospitais do município, tem sido um desafio constante – o que demonstra a urgência da implementação do Hospital do Trauma. “Este projeto visa aliviar a pressão sobre a Santa Casa e os outros hospitais com o objetivo de oferecer um atendimento mais humanizado e com mais qualidade para casos de trauma na região do norte de Minas”, complementa Maurício Sérgio.

Além de aliviar a carga sobre os hospitais existentes, o Hospital do Trauma representará um avanço significativo na capacidade de resposta a emergências médicas na região. Com equipamentos de última geração e uma equipe especializada, será possível oferecer um atendimento ainda mais ágil e eficaz a vítimas de acidentes e outros eventos traumáticos.

“A apresentação do projeto do Hospital do Trauma ao Procurador do Estado é um passo crucial rumo à realização deste importante empreendimento de saúde pública. Com o apoio como estes e das demais autoridades, os envolvidos estão determinados a garantir que a população do norte do estado tenha acesso a cuidados médicos com mais qualidade quando mais precisarem”, afirma o superintendente da instituição, Maurício Sérgio Sousa e Silva.

Previous Mastectomia: Desvendando as dúvidas e empoderando mulheres
Next CIMAMS E UNIMONTES REALIZAM SEMINÁRIO DA REDE DA PRIMEIRA INFÂNCIA

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *