UNIDADE AVC


SANTA CASA É CONTEMPLADA COM PLACA DE CERTIFICAÇÃO NO ATENDIMENTO AO PACIENTE COM AVC, EM PROJETO INTERNACIONAL

Assessoria de Imprensa

qui., 12 de ago. 09:58 (há 4 dias)
para Cco:imprensa
Prezado(a), colega, boa tarde.

Segue release para apreciação e possível divulgação.
Desde já, obrigada pela atenção.

_____________
UNIDADE AVC
SANTA CASA É CONTEMPLADA COM PLACA DE CERTIFICAÇÃO NO ATENDIMENTO AO PACIENTE COM AVC, EM PROJETO INTERNACIONAL

Por Kamila Soares | Fotos por Hudson Brazil

Durante evento realizado na tarde de sexta-feira, 06 de agosto, a Santa Casa de Montes Claros foi contemplada pela Iniciativa Angels com a placa de certificação em reconhecimento ao comprometimento da unidade de saúde e profissionais com a qualidade do atendimento a pacientes com acidente vascular cerebral (AVC) juntamente com a stroke bag – bolsa que permite guardar medicamentos e materiais específicos para o tratamento do AVC, dando maior agilidade em menor tempo e conformidade no processo. A aprovação faz parte de um projeto internacional da Boehringer Ingelheim para qualificar os centros de atendimento a AVC já existentes e auxiliar na implementação de novos centros. Mais de 150 hospitais no Brasil participam e mais de 2.800 hospitais no mundo. O superintendente da Santa Casa de Montes Claros, Maurício Sérgio, afirma que a “unidade Santa Teresa de Calcutá tem sido um exemplo com relação a estrutura, a atendimento aos pacientes e equipamentos. Nosso objetivo é melhorar ainda mais e ampliar a assistência à saúde na região de modo que todos tenham um atendimento digno”.

A Santa Casa iniciou as atividades referentes à Iniciativa Angels em 2019. Desde então, a Instituição focou e iniciou um trabalho coletivo para que fossem atingidos os pré-requisitos solicitados para a conquista de título de centro capacitado para tratamento do AVC. Para a gerente da unidade Santa Teresa de Calcutá, Jhoyce Pereira da Silva, “o sentimento é de realização profissional em ver materializado o sonho de ter a unidade de AVC com a implantação da nossa unidade Santa Teresa de Calcutá, sonho que se concretiza a cada dia através do envolvimento da equipe multidisciplinar que presta uma assistência digna e de qualidade aos pacientes do SUS acometidos pelo AVC. Em 2 anos de existência, já  conseguimos ver resultados importantes do trabalho que é realizado para o tratamento e reabilitação dos pacientes, possibilitando devolver à sociedade esses indivíduos, com melhor prognóstico e sobrevida”.

Além da estrutura física, parque tecnológico, equipe multiprofissional capacitada; foram realizados ainda a instituição do protocolo clínico de AVC, a definição de fluxo interno de atendimento do paciente com suspeita de AVC, a capacitação da equipe através de treinamentos presenciais e on-line, o monitoramento dos marcadores e indicadores de resultado, além da sistematização de reuniões multiprofissionais para análise dos resultados e definição de oportunidades de melhoria. “O primeiro passo é atender aos requisitos mínimos. A partir disso, o hospital é certificado e recebe a formalização deste através da placa. Agora, vamos iniciar a inscrição na plataforma internacional, onde vamos inserir todos os resultados da nossa unidade de AVC e poderemos comparar estes a nível nacional e internacional. Para a gente, isso é motivo de muito orgulho, pois em um tempo relativamente curto, conseguimos ser bem sucedidos e atender aos parâmetros solicitados. Nosso propósito agora é melhorar cada vez mais e poder alcançar as metas propostas pelo protocolo da Iniciativa Angels a fim de receber o reconhecimento internacional como uma unidade AVC de excelência”, destaca a Diretora de Qualidade da Santa Casa, Drª Claudia de Alvarenga Diniz Fonseca.

O projeto – que avalia hospitais de todo o mundo – agora passa a monitorar os resultados da unidade AVC da Santa Casa. As equipes de profissionais do hospital envolvidas no atendimento de pacientes com AVC passarão por treinamento com seu time; composto por médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, psicólogos, farmacêuticos, assistentes sociais e profissionais da higiene junto a um consultor científico do  grupo Angels. Com isso, espera-se que a consultoria possa ajudar a otimizar o atendimento, intervir e reverter dezenas de AVC, prevenindo sequelas e identificando causas que levariam a outros episódios dessa grave doença.

Para Kamila Fachola, educadora científica da Iniciativa Angels, o projeto vai contribuir ainda mais para a equipe multidisciplinar do AVC. “Nós temos uma meta mundial de que sejam atendidos pelo menos 5% dos casos AVC. E vocês, atualmente, estão tratando 44%. Isso é incrível! Vocês são os primeiros a alcançar esses dados, no Brasil. Então, gostaria de deixar os meus parabéns e dizer que essa certificação que entregamos é para todos da equipe. Todos mereceram e conquistaram ela com êxito!”, afirma a educadora.

Iniciativa Angels

A Iniciativa Angels faz parte de projeto internacional do laboratório Boehringer Ingelheim que visa qualificar os centros de AVC já existentes e auxiliar na implementação de novos centros da especialidade. O Angels Award classifica os hospitais como “prontos para o atendimento do AVC” – quando tem a estrutura mínima e monitora os dados e estes hospitais recebem certificados e são reconhecidos nos grandes congressos nacionais e internacionais.

Previous Rotary Internacional faz doação de equipamentos de combate à Covid-19 para o HUCF
Next MEI que não regularizar situação pode ficar sem CNPJ, alerta Sebrae

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.