“Sustentabilidade Urbana” é tema de Live especial da Geografia/Unimontes pelos 164 anos de Montes Claros


Análise de pesquisadores passa pelo surgimento dos subcentros e os problemas que podem comprometer o futuro da cidade

 

No próximo dia 3 de julho, Montes Claros completará 164 anos desde a elevação ao título de cidade e, para marcar a data, o Departamento de Geociências e o mestrado de Geografia da Unimontes organizam uma palestra virtual para debater o perfil histórico, espacial, sustentável e futurista do município.

A live “Montes Claros: um olhar geográfico para o futuro” será na terça-feira (6/7), às 19h30, com transmissão pelo canal GeoLives Unimontes (YouTube) e participação aberta aos acadêmicos, mestrandos, doutorandos, professores, egressos e profissionais das diversas áreas associadas. As palestras serão conduzidas pelos professores doutores Marcos Esdras Leite e Iara Soares de França.

 

Entre os pontos em destaque, além de um diagnóstico científico da mais importante cidade do Norte de Minas, haverá a apresentação das pesquisas produzidas no âmbito do Laboratório Sustentabilidade Urbana de Montes Claros, das quais também fazem parte professores e acadêmicos das áreas de pós-graduação em Administração e Desenvolvimento Social.

 

Coordenador da elaboração do Atlas do Meio Ambiente de Montes Claros, o professor Marcos Esdras fará a abertura da Live sobre este projeto, que envolve as Secretarias Municipais de Meio Ambiente e de Educação, Unimontes e Fadenor.

 

“O nosso principal foco nesta palestra será fazer o diagnóstico da Montes Claros atual, com a formação dos subcentros no processo de crescimento e desenvolvimento nas regiões mais populosas da cidade, assim como os tipos de problemas que são enfrentados na produção do espaço urbano”, explicam os palestrantes.

 

Segundo ele, a partir deste diagnóstico, haverá uma simulação de como será o cenário do futuro pelas próximas três décadas. “Ou seja, dadas as condições atuais, qual serão os problemas que deveremos enfrentar no futuro para ter uma Montes Claros mais sustentável e com melhor qualidade de vida para a população”, completam. Outra abordagem será sobre a polêmica e os aspectos históricos sobre o aniversário da cidade.

 

POLÊMICA

 

O aniversário de Montes Claros é marcado por uma polêmica histórica: qual a verdadeira data a ser comemorada? Em 13 de outubro de 1831, foi publicado o decreto do Império que emancipava o Arraial, elevando-o à categoria de vila (Vila de Montes Claros das Formigas), o que à época já significava a emancipação político-administrativa.

 

E, em 16 de outubro de 1832, implantou-se de fato o município, conforme determinava o decreto do ano anterior: com câmara municipal, cadeia, pelourinho. Ou seja, em termos legais e institucionais Montes Claros já estava devidamente emancipada como distrito do então município de Serro frio (atual Serro).

 

Mas, 25 anos depois, chegaria a data que viria a provocar a polêmica sobre o aniversário da cidade: 3 de julho de 1857, quando Montes Claros obteve o título de cidade, embora, mesmo na condição de vila já tinha tal autonomia.

 

Previous Banco do Nordeste disponibiliza R$ 9,5 bilhões no Plano Safra 2021-2022 para agronegócio sustentável
Next CIMAMS REALIZA CURSO PARA PREGOEIROS

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.