STJ adia julgamento de denúncia contra Wilson Lima


O STJ (Superior Tribunal de Justiça) decidiu adiar o julgamento previsto para esta 4ª feira (2.jun.2021) sobre o recebimento da denúncia contra o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC). Nova data ainda será fixada.

Os ministros apontaram que a defesa precisaria de mais prazo para se manifestar. Inicialmente foi sugerido que o caso fosse retomado no próximo dia 28, mas a Corte encerrou a discussão sem marcar um novo julgamento.

Lima foi alvo de operação da PF (Polícia Federal) na manhã desta 4ª feira (2.jun). O governador já responde a duas ações penais sobre desvios relacionados à gestão da pandemia de covid-19.

Receba a newsletter do Poder360
todos os dias no seu e-mail

Desta vez, os investigadores indicam possíveis fraudes em contratos assinados em janeiro de 2021. A Secretaria de Estado de Saúde é suspeita de ter realizado contratações fraudulentas para favorecer empresários locais. As contratações seriam orientadas pelo governo do Amazonas.

Durante a sessão da Corte Especial do STJ, a subprocuradora Lindôra Araújo afirmou que um dos alvos da busca, o empresário Nilton Consta Lins Júnior, dono do Hospital Nilton Lins, recebeu a PF a tiros. Disse que foi uma situação “bastante constrangedora e perigosa”.

“É a primeira vez que vejo, em 30 anos, alguém receber a tiros uma operação de busca e apreensão, achei por bem comunicar a Corte. Foi uma situação muito sui generis, nunca tinha visto acontecer”, afirmou Lindôra.

Previous PF faz buscas contra governador do Amazonas
Next Zippy lança campanha que não existe para construir Clínica do Gil

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.