SECRETÁRIO ESTADUAL DE SAÚDE DE MINAS RECEBE PLEITO PARA FINALIZAÇÃO DE OBRA DE CTI DA SANTA CASA DE MONTES CLAROS E PARTICIPA DE ASSINATURA DE TERMO DE COMPROMISSO ENTRE A INSTITUIÇÃO E O HOSPITAL SANTO ANTÔNIO PARA EXPANSÃO DO SERVIÇO DE ONCOLOGIA DE TAIOBEIRAS.
Ana Paula Paixão
O Secretário Estadual de Saúde, Carlos Eduardo Amaral Pereira da Silva, esteve na noite de ontem, 12, na Santa Casa de Montes Claros. Na oportunidade da visita, o superintendente Maurício Sérgio ressaltou a importância da Instituição para a região e pleiteou recursos para finalização da obra do CTI 3 do hospital. “Atualmente, a Santa Casa de Montes Claros, que é o maior complexo hospitalar ao norte de Minas Gerais, conta com 10 leitos de CTI Geral, 10 leitos de CTI Coronariano e 10 leitos de CTI Neonatal. São apenas 20 leitos adultos e 10 leitos infantis para uma Instituição que realiza em média 1 milhão e meio de atendimentos por ano e que é referência para uma população estimada em dois milhões de habitantes”, explicou o superintendente.
Em 2018, a média de solicitação de internação no CTI Coronariano ficou em 2,44 por dia. Já em 2019, de janeiro até setembro, a média por dia passou para 3,08 solicitações. Em relação às solicitações de internação para o CTI Geral, a média/dia em 2018 foi de 3,39. E, em 2019, período de janeiro a setembro, alcançou 4,05 solicitações por dia.  “Somente nos primeiros 9 meses do ano, esses números representaram um aumento de 36 e 10%, respectivamente, em relação às solicitações de vagas em nossos CTIs”, ressaltou Maurício Sérgio.
Com o novo CTI, a Santa Casa de Montes Claros passará a contar com mais 28 leitos, sendo 8 deles de retaguarda. “Foi celebrado um convênio em 2013 com o estado visando a ampliação de leitos ofertados, porém, em virtude da situação financeira, houveram atrasos nos repasses de recursos. Infelizmente, isso causou a paralisação da obra mais de uma vez. Em 2019, em virtude do prazo para a execução da obra, o convênio foi encerrado”, reforçou o superintendente. Durante o encontro, o secretário Carlos Eduardo reconheceu a importância da concretização da obra para a região e ressaltou que o governo de Minas busca meios para reforçar a saúde no estado, inclusive via Ministério da Saúde, para habilitação de novos leitos de CTIs.
SERVIÇO DE ONCOLOGIA EM TAIOBEIRAS
Já na tarde de hoje, 13, o superintendente Maurício Sérgio acompanhou a visita do secretário ao município de Taiobeiras, onde foi assinado o Termo de Compromisso e Reciprocidade entre a Santa Casa de Montes Claros e o Hospital Santo Antônio para extensão do serviço de oncologia clínica na referida cidade. “A Santa Casa de Montes Claros, sendo a principal referência em oncologia para os 86 municípios de todo Norte de Minas Gerais, firma agora a parceria com o Hospital Santo Antônio e com a Prefeitura Municipal de Taiobeiras para levar para toda população do Alto do Rio Pardo, um atendimento mais digno, um atendimento mais humanizado em virtude da distância e do sacrifício de deslocamento de quase 500 km de distância que o paciente tem que percorrer, em um trajeto de ida e volta de Taiobeiras a Montes Claros”, disse Maurício Sérgio.
 
Ainda de acordo com o superintendente, na primeira quinzena do mês de abril, será iniciado o atendimento de oncologia clínica. “Assim que o salão de quimioterapia ficar pronto, iniciamos também as sessões de quimio na cidade de Taiobeiras”.  Além disso, Maurício Sérgio ressaltou que a Santa Casa de Montes Claros já solicitou a habilitação para iniciar as cirurgias oncológicas. “O hospital já se encontra preparado, uma vez que já possui cirurgiões para tal. Portanto, mais uma vez a Santa Casa se faz presente, levando qualidade, levando assistência, levando o atendimento a toda população do Norte de Minas”, finalizou.