Senadores da CPI criticam Bolsonaro por “atraso fatal” em defesa da vacina


Os três principais membros da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid afirmaram, em nota pública emitida logo após o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro nesta 4ª feira (2.jun.2021), que a celebração das vacinas em cadeia nacional de rádio e televisão pelo chefe do Planalto é uma inflexão que vem com “um atraso fatal e doloroso”.

“A reação [do presidente] é consequência do trabalho desta CPI e da pressão da sociedade brasileira que ocupou as ruas contra o obscurantismo“, dizem o presidente do colegiado, Omar Aziz (PSD-AM), o vice-presidente, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), e o relator, Renan Calheiros (MDB-AL), que assinam o comunicado.

Eis a íntegra (143 Kb)

Receba a newsletter do Poder360
todos os dias no seu e-mail

Também subscrevem a nota em apoio à cúpula da CPI os senadores Tasso Jereissati (PSDB-CE), Otto Alencar(PSD-BA), Humberto Costa (PT-PE) e Eduardo Braga (MDB-AM), titulares da comissão, e os suplentes Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Rogério Carvalho (PT-SE).

Membro governista, o senador Ciro Nogueira (PP-PI) sustentou que a nota pública revelaria “que não existe uma CPI da Covid, mas sim uma frente política de oposição ao governo: parcial, punitivista e alheia aos fatos”.

O aliado de Bolsonaro questionou a cúpula da comissão por, na sua visão, emitido uma nota oficial em nome da CPI sem consultar todos o integrantes.

“Panfletagem é ao que assistimos todos os dias e panfleto será o relatório final. Mas agora, pelo menos, o país sabe: a CPI é o palanque de alguns e não está preocupada com o país, mas com o projeto de uns poucos”, escreveu o presidente nacional do PP em sua conta no Twitter.

Previous Conmebol divulga tabela e Brasil estreia em Brasília na Copa América
Next EUA aumentam tarifas para 6 países que taxaram big techs norte-americanas

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.