Pix supera todas as operações com boletos, DOCs, TEDs e cheques juntas


O Pix, sistema de pagamentos instantâneos do BC (Banco Central) que entrou em operação em novembro de 2020, superou pelo 2º mês consecutivo todas as operações de boletos, DOCs, TEDs e cheques juntas.

Os dados foram informados pela autoridade monetária. Segundo o BC, o Pix acumulou 543,3 milhões de pagamentos em maio, alta de 8,6% no comparativo com os 500,1 milhões de abril, e superou em 82% o boleto bancário.

Receba a newsletter do Poder360
todos os dias no seu e-mail

Os outros meios de transferência e pagamentos caíram de 472,5 milhões para 418,8 milhões no mesmo período, o que representa um decréscimo de 11,4%.

O DOC é a modalidade menos utilizada, com 6,7 milhões de operações em maio. TED (97,9 milhões) e cheque (16 milhões) completam a lista.

Passe o cursor para visualizar os números no gráfico abaixo:

O presidente do BC, Roberto Campos Neto, tem dito em lives que não esperava a grande adesão do sistema de pagamentos. Após a divulgação dos dados, ele comemorou e agradeceu a equipe técnica do BC pelos resultados.

As principais vantagens do Pix são a agilidade no recebimento dos recursos –em menos de 10 segundos– e a gratuidade do pagamento.

O Banco Central ainda divulgará o comparativo com os cartões de crédito e débito, referente aos pagamentos realizados no 1º trimestre deste ano. Ainda não há data definida.

Previous Arthur Lira cria comissão especial para analisar reforma administrativa
Next Oposição oficializa acordo e Netanyahu pode deixar o poder em Israel após 12 anos

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.