PF é recebida com tiros por alvo de operação no Amazonas


A Polícia Federal foi recebida a tiros em uma operação de busca, apreensão e prisão na manhã desta 4ª feira (2.jun.2021). Os policiais cumpriam mandado contra o empresário Nilton Costa Lins Júnior na operação Sangria, contra irregularidades no uso de verbas para o combate à covid-19 no Amazonas.

Os tiros foram relatados pela subprocuradora geral da República, Lindôra Araújo, no início da sessão do STJ (Supremo Tribunal de Justiça) sobre o caso. O tribunal está julgando uma denúncia contra o governador do Amazonas Wilson Lima (PSC) e o vice-governador Carlos Almeida. Lima também foi alvo de buscas.

De acordo com Araújo, a PF foi recebida com tiros disparados pelo filho de Nilton Lins. “Foi uma situação bastante constrangedora e perigosa lá em Manaus“, afirmou ela. A subprocuradora também disse ao tribunal que o secretário de Saúde do Estado Marcellus Campêlo está “foragido“.

Receba a newsletter do Poder360
todos os dias no seu e-mail

É a primeira vez que vejo, em 30 anos, alguém receber a tiros uma operação de busca e apreensão, achei por bem comunicar a Corte“, disse Araújo. “Foi uma situação muito sui generis, nunca tinha visto acontecer.

As buscas, apreensões e prisões foram autorizadas pelo STJ.

Essas é a 4ª fase da operação Sangria, que investiga os supostos desvios de verba do combate à pandemia no Estado. Uma denúncia contra o governador está sendo julgada, mas sem relação direta a Nilton Lina. O processo julgado nesta 4ª feira (2.jun) é sobre o superfaturamento de de cerca de R$ 500 mil na compra de respiradores no Estado.

Já o objetivo da 4ª fase é apurar se há irregularidades na construção e contratação do hospital de campanha Nilton Lins. A PF investiga irregularidades na dispensa de licitação relacionadas ao hospital, além da não prestação dos serviços contratados.

Como parte do inquérito, a PF cumpre 19 mandados de busca e apreensão e 6 de prisão em Manaus. Também participam da operação a CGU (Controladoria Geral da União) e o MPF (Ministério Público Federal).

Previous PF faz buscas contra governador do Amazonas
Next Zippy lança campanha que não existe para construir Clínica do Gil

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.