Pesquisa: Unimontes realiza primeira transferência de tecnologia para empresa de cosméticos


A Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) assinou o seu primeiro contrato de transferência de tecnologia para a produção de um produto, firmado com a empresa KMMD Desenvolvimento e Pesquisa de cosméticos Ltda – Minarvm. A assinatura ocorreu no dia 15 de junho de 2021. O contrato é referente a um novo cosmético, desenvolvido como projeto de dissertação de mestrado de Carla Patrícia Andrade Costa, orientada pela Professora Vanessa de Andrade Royo, do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu (mestrado profissional) em Biotecnologia (PPGB).

 

O novo cosmético foi desenvolvido no âmbito do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Biotecnologia, em parceria com a KMMD Desenvolvimento e Pesquisa de cosméticos Ltda – Minarvm, representada pelo seu diretor executivo (CEO), Cláudio Diniz Pinto Leite.

 

O produto é um creme facial com características antioxidantes, desenvolvido após vários testes com mistura de ativos importados que já são utilizados, mas de forma separada. O uso conjunto potencializou a ação antioxidante, com utilização de menores concentrações dos ativos. A elaboração de formulações que contêm ativos com propósitos diferentes pode agir, por exemplo, para prevenir o estresse oxidativo e, como consequência, desacelerar o envelhecimento da pele.

 

Conexão: academia e mercado

 

A professora Vanessa de Andrade Royo destaca que a assinatura do contrato para a transferência de tecnologia é importante para dar mais visibilidade à Unimontes e, consequentemente, ao Programa de Pós-graduação em Biotecnologia, “pois demonstra que trabalhamos em projetos que são de interesse para o mercado”.

 

“Para isso, é necessário conhecimento e muito estudo para o desenvolvimento de projetos inovadores, que são tão importantes quanto às divulgações científicas por meio de artigos e outras publicações”, afirma a professora, que agradece à Agência de Inovação, vinculada à Coordenadoria de Inovação Tecnológica da Unimontes, pelos esforços para a criação da nova política de inovação que possibilitou a transferência da tecnologia desenvolvida.

 

Royo ressalta ainda a importância obtida a partir dos auxílios disponibilizados durante o processo de desenvolvimento e aprovação do contrato nas instancias necessárias. Desta forma, a agência tem grande relevância para estimular o desenvolvimento de novos produtos.

Interação dos setores público e privado

 

Membro da Agência de Inovação, o professor Dario Alves de Oliveira salienta que, além contribuir com a Unimontes em sistemas de avaliação nos itens pesquisa, inovação e mercado, o desenvolvimento de tecnologias e o estabelecimento de contratos de transferência de tecnologia e de know-how, possibilitam a interação do setor público com o setor privado. Os produtos gerados com o desenvolvimento de ciência e a tecnologia desenvolvida pela universidade passam a ser utilizados no mercado como produtos de qualidade, e podem gerar  riquezas, impostos e melhor qualidade de vida para a sociedade.

 

O coordenador do Mestrado Profissional em Biotecnologia da Unimontes, professor Afrânio Farias de Melo Júnior destaca que o programa trabalha a inovação desde 2011. “Começamos a colher os frutos na forma de novos produtos para a sociedade”, comemora o professor Afrânio. O mestrado da Unimntes atua em consonância com a política de inovação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nivel Superior (Capes) do MEC.

 

UM MARCO PARA A UNIVERSIDADE

 

Coordenadora de Inovação Tecnológica, vinculada a Pró-Reitoria de Pesquisa da Unimontes, a professora Sara Gonçalves Antunes de Souza, considera que a celebração do contrato é um marco para a Universidade. “Trata-se da transferência de um conhecimento que nasceu do esforço de pesquisa da professora Vanessa Royo, dentro do PPGB. Agora, do laboratório chegará ao mercado, obedecendo todos os trâmites da Política de Inovação da Unimontes”, avalia.

 

“A Coordenadoria de Inovação Tecnológica comemora esse contrato e segue trabalhando para que a relação universidade-empresa seja cada vez mais exitosa dentro da instituição, pois essa é uma grande oportunidade de expandirmos para além dos nossos muros”.

 

CEO e diretor de Branding da Minarvm, Cláudio Diniz Pinto Leite destaca a importância da transferência de tecnologia da Unimontes para a empresa. “É uma enorme satisfação para a Minarvm poder receber do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia da Unimontes a transferência de tecnologia. Foi um processo que envolveu dois anos de muita pesquisa e desenvolvimento. Então, temos muito a comemorar”, enfatiza o executivo.

 

“As estratégias de parceria entre universidades e empresas devem ser apoiadas para ser um caminho a ser trilhado com muita força no Brasil. Vejo neste tipo de cooperação um importante caminho para aumentar a competitividade por meio do compartilhamento de informações, tecnologias, recursos, oportunidades e riscos. Assim, a universidade cumpre o papel de avançar com o desenvolvimento das ciências, formar profissionais qualificados e, ainda, gerar produtos e serviços que atendam às demandas da sociedade”, acrescenta Cláudio Diniz.

 

Previous Artista pernambucana Kilma Coutinho é a convidada para a Mostra Interfaces: arte surda e representações
Next ARRAIÁ DA NEFRO

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.