Pernambuco indenizará feridos durante protesto contra o governo


O governo de Pernambuco anunciou no domingo (30.mai.2021) que acionou a Procuradoria Geral do Estado para, em conjunto com a SJDH (Secretaria de Justiça e Direitos Humanos), iniciar um processo de indenização de duas vítimas feridas gravemente por balas de borracha da Polícia Militar durante o protesto contra o presidente Jair Bolsonaro. Manifestações aconteceram no sábado (29.mai) por todo o país.

Governo de Pernambuco anunciou que indenizará feridos no protesto contra Bolsonaro Reprodução/Twitter

O governo de Pernambuco também determinou que a SJDH “acompanhe a assistência médica dada aos 2 homens feridos no rosto”.

Daniel Campelo da Silva, de 51 anos, foi alvo das forças de segurança durante o protesto e imagens de seu rosto ensanguentado viralizaram nas redes sociais. Após ser atendido em hospitais da cidade, ele foi informado de que perdeu a visão do olho esquerdo.

Receba a newsletter do Poder360
todos os dias no seu e-mail

REPRESSÃO VIOLENTA

O ato no Recife foi marcado por uma ação violenta da Polícia Militar. A vereadora do Recife, Liana Cirne, foi atingida com spray de pimenta em seu rosto, depois de receber denúncias de truculência e ter ido ao local tentar dialogar com os agentes de segurança.

COMANDANTE DA PM AFASTADO

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), foi às redes sociais no sábado (29.mai) para informar que encaminhou uma investigação sobre a agressão à vereadora e que afastou o comandante da operação e os policiais agressores, enquanto o caso é apurado.

Previous Helena Ferro de Gouveia é a representante da Global Media na Lusa
Next BTG compra Empiricus por R$ 690 milhões

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.