Pela 1ª vez, lista tríplice para vaga no TSE é formada só por mulheres


O ministro Luís Roberto Barroso, presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), indicou as advogadas Marilda Silveira, Ângela Baeta Neves e Maria Cláudia Bucchianeri para uma vaga na Corte. É a primeira vez na história que a lista tríplice para o Tribunal é formada apenas por mulheres.

A seleção de Barroso será apresentada ao STF (Supremo Tribunal Federal) para que seus integrantes decidam na sessão dessa quarta-feira (2.jun.2021) quem encabeça a lista. Pela tradição, Marilda Silveira é a favorita, já que compôs a última lista para substitutos do TSE.

Receba a newsletter do Poder360
todos os dias no seu e-mail

Estabelecida a ordem pelo STF, o presidente Jair Bolsonaro escolhe quem será a próxima ministra. Segundo a Constituição Federal, Bolsonaro é obrigado a nomear um dos nomes da lista.

Marilda foi advogada do Novo na ação que resultou na inelegibilidade do ex-presidente Lula (PT) nas eleições de 2018. Maria Cláudia estava do outro lado do balcão, representando o petista na ação que tramitou no TSE.

Já Ângela Baeta Neves foi vice-diretora da EJE (Escola Judiciária Eleitoral) do TSE. Ela participou da campanha eleitoral do MDB para a Presidência em 2018, quando o partido era representado por Henrique Meirelles.

Será a 3ª nomeação de Bolsonaro ao TSE neste ano. Ele já havia nomeado Sérgio Banhos para o posto de titular e, mais recentemente, “promoveu” Carlos Horbach de substituto para titular.

Previous Fiocruz assina contrato para produzir o insumo da vacina contra covid-19
Next Bolsonaro volta a criticar CPI e chama depoimento de Nise de “covardia”

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.