Oficina do Futuro apresenta ações para o desenvolvimento de Grão Mogol


Programa do Sebrae Minas será apresentado pela primeira vez no Norte do estado, nos dias 5 e 6 de agosto

 

 

O Sebrae Minas, em parceria com a Sala Mineira do Empreendedor e a prefeitura de Grão Mogol, realiza na cidade, nos dias 5 e 6 de agosto, o 1º encontro Oficina do Futuro. O objetivo é discutir com as lideranças locais as oportunidades e potencialidades do município na geração de negócios, emprego e renda, visando melhorar a qualidade de vida da população.

 

Os encontros, que começam em agosto e vão até dezembro de 2021, fazem parte das ações do programa Cidade Empreendedora, implantado no município este ano. As inscrições para participar das oficinas podem ser feitas presencialmente, no Espaço do Empreendedor (Avenida Arthur Campos, 59) ou pelo telefone 38 99948-6070.

 

O turismo está entre os setores que mais precisa de fomento para se desenvolver, segundo lideranças locais, e será um dos temas abordados no encontro. Os participantes também discutirão ações para fortalecer a agricultura familiar, a agropecuária e o agronegócio, o artesanato, o comércio, o setor de indústria e serviços, o cooperativismo e associativismo, a cultura empreendedora, a diversificação econômica, a educação, o meio ambiente, os recursos minerais e a energia renovável, além da saúde e segurança e da tecnologia e inovação.

 

Segundo o analista do Sebrae Minas Pedro Viana, para criar um ambiente de estímulo e dinamização da economia, e promover o desenvolvimento econômico local, é preciso que o município tenha capacidade de organização social e política. “A Oficina do Futuro propõe o desenvolvimento a partir do protagonismo de lideranças locais e da mudança de comportamento, com base na integração dos setores público, privado e terceiro setor”, ressalta o analista.

 

Oficina do Futuro

 

O programa Oficina do Futuro tem por objetivo criar capital social nas cidades, regiões e setores econômicos, a partir da cocriação de uma visão de futuro para a coletividade local e do mapeamento dos pontos de intervenção para a transformação do território e/ou setor. Durante as oficinas, pessoas de todo o sistema são convidadas a dialogar sobre as causas dos problemas internos e a propor formas de enfrentá-los por meio de iniciativas inovadoras, cocriadas e testadas.

 

Previous Moc América Vôlei: atletas se apresentam para realizar exames e iniciar trabalhos para a temporada
Next Sebrae Minas e Mercado Livre vão conectar pequenos negócios mineiros ao mercado virtual

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.