Médico brasileiro, Victor Sorrentino, é preso por assédio no Egito


Victor Sorrentino, médico e influenciador brasileiro, foi preso em Luxor, no Egito, neste domingo (30.mai.2021) após assediar uma vendedora local. O médico registrou o momento em vídeo e publicou nas redes sociais. A prisão foi confirmada pelo Ministério do Interior egípcio.

Receba a newsletter do Poder360
todos os dias no seu e-mail

Nas imagens, Sorrentino pergunta, em português, à vendedora “vocês gostam mesmo é do bem duro, né? Comprido também fica legal, né?”. Sem entender, a mulher sorri. Após o vídeo ganhar destaque nas redes sociais, Sorrentino privou seu perfil no Instagram.

Egito prende influencer bolsonarista Victor Sorrentino, por assediar vendedora, se aproveitando que ela não falava português. De acordo com o Ministério do Interior egípcio, ele será levado ao Ministério Público. No Brasil, propagandeou uso de remédios sem eficácia contra a covid pic.twitter.com/t7YFfWu35C

— Renato Souza (@reporterenato) May 30, 2021

O Ministério do Interior do Egito publicou, em suas redes sociais, a denúncia contra o brasileiro afirmando ter tomado as medidas necessárias e informando que qualquer cidadão egípcio pode denunciar um estrangeiro. Eis a íntegra:

Victor Sorrentino é conhecido por defender o tratamento precoce contra a covid-19 com medicamentos como a cloroquina. Esse tipo de tratamento não tem estudos conclusiva de eficácia contra o coronavírus.

Previous Em 2021, CNPq tem o menor orçamento do século 21
Next CVM não apontou irregularidades em eleição de conselho, diz Petrobras

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.