Grupo de 30 a 59 anos passa a ser maioria nas internações em UTI por covid


Maio de 2021 é o 1º mês da pandemia em que a maioria dos internados por covid em UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) não é idosa. O grupo de pessoas com 30 a 59 anos corresponde a 55,8% dos internados em maio. O percentual é recorde. Em abril, a taxa havia sido de 44,9%.

As pessoas com mais de 60 anos foram 39,8% das novas internações realizadas em maio no Brasil. Em abril, haviam sido 51,5%.

O Poder360 analisou 402.914 registros de internação no banco de dados do SUS, atualizado pela última vez em 26 de maio de 2021. Os dados de maio (18.132 internações) são parciais e devem ser atualizados nas próximas semanas. Só foram considerados os casos com informações completas sobre faixa etária, mês de internação e local.

Os números acima não se referem à taxa de ocupação de leitos, mas sim à quantidade de novas internações feitas a cada mês no sistema hospitalar.

Menos internações

O gráfico acima mostra percentuais de internações de internados por idade. O número absoluto do total de internados tem caído.

março – foi o pior mês da pandemia: 66.872 internados;abril – foram 48.124 internados no Brasil por covid;maio – ainda é cedo para saber se a trajetória se mantém (os dados demoram semanas para serem computados). Por enquanto, o mês já teve 18.132 internados.

Receba a newsletter do Poder360
todos os dias no seu e-mail

O médico intensivista e coordenador do Projeto UTIs Brasileiras Ederlon Rezende afirma que não é possível “atribuir integralmente” à vacinação o recuo da participação dos idosos nas UTI. “Mas a gente já começa a perceber o impacto da vacinação dos mais idosos“. Segundo ele, a imunização é um fator que vai contribuir cada vez mais para a redução dos idosos nas UTIs.

Até 31 de maio, pelo menos 86% dos idosos já haviam recebido a 1ª dose de vacinas da covid e quase metade (48%) já estavam totalmente vacinados. Os números são do cruzamento dos dados de vacinação do Localiza SUS, consultado às 17h de 31.mai.2021, com a projeção do IBGE para a população brasileira em 2021 por faixa etária.

A população abaixo dos 60 anos está menos vacinada. Só 15% das pessoas com 30 a 59 anos tomaram a 1ª dose. Os que receberam a 2ª são 4%.

A medida que a economia tenta retornar ao normal, as pessoas que mais se expõem, mais saem de casa, são aqueles abaixo dos 60 anos”, diz Rezende. Para ele, é preciso mudar o comportamento dos mais jovens para evitar o aumento das internações dessa faixa etária.

Se as pessoas mais jovens não mudarem o comportamento e entender que elas, estando mais expostas, precisam ter mais cautela, a tendência é o aumento dos pacientes mais jovens dentro das UTIs“.

Virada de idade aconteceu em todos os Estados

Em todos os Estados, as pessoas com menos de 60 ano já são maioria dos internados. Na Bahia e no Alagoas, essa faixa etária representa duas em cada 3 internações em UTI por causa da covid.

Eis os percentuais de internações por idade em todo o país:

 

Informações deste post foram publicadas antes pelo Drive, com exclusividade. A newsletter é produzida para assinantes pela equipe de jornalistas do Poder360. Conheça mais o Drive aqui e saiba como receber com antecedência todas as principais informações do poder e da política.

Previous Super Bock cria loja online para bebidas e merchandising ao domicílio
Next Brand Practice assina transformação da SDC Investimentos em Capitólio

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.