GOVERNO DE MINAS ADERE A ATA DO CIMAMS


O Governo de Minas Gerais aderiu a ata de registro de preços para aquisição de ambulâncias, no Consórcio Intermunicipal Multifinalitário da Área Mineira da Sudene – CIMAMS. Foram 11 ambulâncias adquiridas pelo governo.

 

O interesse do Governo de Minas em procurar o Consórcio para aquisição das ambulâncias é uma forma de reconhecer o seu crescimento, não só no âmbito regional, já que a mesma abrange atualmente mais de 90 cidades do Norte de Minas e do Vale do Jequitinhonha, mas também em nível estadual.

 

Mas não tem sido apenas o Governo de Minas que tem procurado o CIMAMS para aderir as atas de registro de preço dos produtos licitados, de acordo com o Departamento de Licitações, municípios de diversas regiões de Minas e de outros estados também tem procurado o Consórcio para formalizar a adesão.

 

O presidente do CIMAMS, Edmárcio Moura Leal, prefeito de Matias Cardoso, comemora o interesse do Governo do Estado em ter procurado o Consórcio e ter formalizado a adesão dos veículos.

 

“Nosso crescimento está acontecendo dia-a-dia, porque estamos ouvindo os nossos consorciados e recebendo as suas demandas. A partir delas estamos realizando as licitações dos produtos que são fundamentais para ajudar na administração pública, em todos os setores, quer seja de iluminação pública, saúde, educação, infraestrutura e outros. Entretanto, a nossa atuação em todo processo pode ser credenciado a um corpo técnico estudioso e criterioso que sempre tem atuado com lisura para que os municípios possam aderir a produtos que tem o menor preço,” comentou o presidente Edmárcio Moura Leal.

 

Arthur Amorim Júnior

ASCOM/CIMAMS

 

Norte de Minas, sexta-feira, 24 de julho de 2020

Previous Sebrae abre inscrições para o Empretec Summit Brasil 2020
Next Só Para Elas On-line reúne time de palestrantes para debater questões do universo feminino

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.