‘Escultura imaterial’ é vendida por mais de R$ 90 mil na Itália


A escultura invisível e imaterial “Io Sono” (“Eu Sou”, em italiano), do artista Salvatore Garau, alcançou o preço de € 14.820 –equivalente a R$ 91,3 mil– quando foi vendida em um leilão na Itália.

Receba a newsletter do Poder360
todos os dias no seu e-mail

A peça foi negociada no evento 4-U new Arte Contemporanea, em 18 de maio, realizado pela casa de leilões de arte Art-Rite. O lance inicial era de € 6.000 a € 9.000. Na página da galeria, a obra aparece representada como um espaço em branco no catalogo de itens à venda.

Recorte de catálogo virtual da Art-Rite: ‘Io Sono’ não tem imagemReprodução

O objeto de arte é um espaço vazio delimitado pelo artista –em dimensões de 1,5 m x 1,5 m, segundo a Art-Rite, embora com a observação “dimensões variáveis”. A instituição indica ainda que ela deve ser instalada em um recinto “livre de qualquer estorvo”.

Registro de ‘Io Sono’, com descrição e dimensões (em italiano)Reprodução

A venda inclui um certificado de autenticidade assinado por Salvatore, assegurando ao comprador a posse da obra.

Em entrevista à casa de leilões (leia aqui, em italiano), Salvatore Garau diz que “esculturas intangíveis são obras que sinto físicas” o que o vazio é um “espaço cheio de energia”. Segundo ele, “no vazio existe um contêiner de possibilidades positivas e negativas que se equivalem constantemente, enfim, existe uma densidade de eventos […] Nós não enxergamos as milhares de informações que nos cercam e alimentam nossos telefones celulares. Não moldamos um Deus que nunca vimos?”

O artista também afirma fazer um trabalho fundamentalmente diferente da arte comercializada por NFTs –non-fungible tokens, arquivos criptografados que atribuem a um comprador a posse de uma peça de arte digital. De acordo com Salvatore, as esculturas intangíveis são “únicas, invisíveis e irreproduzíveis”. Também diz que, por não usarem tecnologia, as suas obras têm “impacto ambiental zero”.

Previous Doria critica governo federal por demora em entrega de doses da Pfizer
Next Ministério Público recomenda que Goiás e capital não sediem Copa América

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.