Departamento de Ciências Exatas apresenta proposta para a criação de novos cursos tecnólogos e de  bacharelado


A possibilidade de implantação de cursos tecnólogos, de bacharelado e licenciatura nas áreas de Ciências Exatas e Tecnológica, com oferta gratuita em formato online pela Universidade. Este é objetivo de iniciativa do Departamento de Ciências Exatas da Unimontes, com o aproveitamento das novas ferramentas digitais e das novas tecnologias disponíveis.

 

A proposta foi apresentada ao reitor Antonio Alvimar Souza e à vice-reitora Ilva Ruas Abreu nesta terça-feira (10/8), em encontro na Reitoria. Na reunião, a chefe do Departamento de Ciências Exatas, professora Vera Lúcia Alves, esteve acompanhada pelos colegas de departamento: professores Lailson dos Reis Pereira Lopes, José Higino Dias Filho, Rosivaldo Antônio Gonçalves e Nilson Luiz Castelúcio Brito.

 

Conforme o professor Rosivaldo Antônio Gonçalves, a meta é aproveitar a capacidade técnica e a qualificação docente da Unimontes para oferecer cursos nas modalidades acima citadas que venham atender às demandas e perfis profissionais exigidos pelo mercado de trabalho na atualidade.

 

DURAÇÃO

 

“Os cursos serão adaptados ao uso das novas ferramentas digitais e tecnológicas. Os cursos de tecnólogos deverão ter duração média de dois anos, enquanto os cursos de licenciatura e bacharelado deverão durar de quatro a cinco anos”, acrescenta.

 

Entre os chamados objetivos estratégicos da proposta está a criação de cursos de graduação online em áreas dirigidas: Estatística, Química e Física, em parceria com o Governo do Estado.

 

ÁREAS – O Departamento de Ciências Exatas sugeriu à Reitoria que, por meio de portaria, seja constituída uma comissão para a formulação, elaboração e acompanhamento da execução de projetos pedagógicos de graduação online nas áreas de Ciências Exatas e Tecnológicas.

 

Na proposta, foi destacada a “importância em se ofertar cursos na modalidade remota, mais condizentes com o mercado de trabalho da atual sociedade”. Também foi ressaltada “a necessidade de incentivar a utilização de tecnologias e metodologias inovadoras nos cursos oferecidos pela Unimontes”.

Outro aspecto considerado foi a “importância de intensificar a condição da Unimontes como fomentadora do desenvolvimento científico e tecnológico junto ao Estado, por meio de convênios”.

Previous Cimams apresenta serviços aos prefeitos, secretários de educação e equipes de gestão
Next Rotary Internacional faz doação de equipamentos de combate à Covid-19 para o HUCF

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.