Por Beatriz Davino

 

Em cumprimento às diretrizes estabelecidas pelo Governo de Minas Gerais no enfrentamento do Novo Coronavírus, o Hospital Universitário Clemente de Faria (HUCF) efetivou a contratação, em caráter emergencial, de 118 profissionais da área da saúde para atuarem no combate e no tratamento da Covid-19. O Estado autorizou a contratação emergencial dos servidores com o objetivo de reforçar o combate à doença. A ação tem previsão de quatro meses, com a possibilidade de prorrogação.

Por esse motivo, estão sendo realizados no HUCF treinamentos presenciais e online com os novos contratados para que possam adquirir mais conhecimentos sobre a doença respiratória e adotar protocolos e cuidados recomendados no atendimento aos pacientes com suspeita ou confirmação do Novo Coronavírus. Participam da capacitação profissionais das diferentes áreas do HUCF, com ampla adesão da equipe de enfermagem e, em especial, dos setores diretamente envolvidos no atendimento aos pacientes.

 

Planejamento

O planejamento desenvolvido para os treinamentos começou na quinta-feira (16/4) com a palestra do diretor de Enfermagem do HUCF, Tadeu Nunes Ferreira, que apresentou a estrutura organizacional do hospital e as estratégias de enfrentamento, bem como atualizações sobre a pandemia. Além disso, houve capacitação com a equipe de Controle de Infecção Hospitalar sobre paramentação e desparamentação e com a equipe de Tecnologia da Informação (TI) para conhecimento e ambientação dos novos profissionais com os sistemas internos de informação e dados de pacientes.

As atividades tiveram prosseguimento na segunda-feira (20) – ponto facultativo – e na terça-feira/21 (feriado de Tiradentes), com os treinamentos a distância com materiais em vídeos sobre a segurança do paciente. Para esta quinta e sexta (23 e 24/04), a programação prevê capacitações específicas sobre manejo das vias aéreas, suporte básico e avançado de vida adulto, que será realizado pela equipe de enfermagem.

“As ações de educação permanente implementadas visam ambientar e capacitar os novos profissionais para atendimento ao paciente crítico e também preparar os demais servidores, que eram integrantes da equipe de saúde do HUCF, para o atendimento aos pacientes com diagnóstico da Covid-19”, destaca o diretor de Enfermagem do HU, Tadeu Nunes Ferreira.

Ainda conforme percepção do diretor, os resultados dos treinamentos são visíveis dentro da equipe. “Já é possível observar os resultados das medidas implementadas. “Todos têm melhor segurança nos fluxos e procedimentos realizados. Esperamos concluir os processos e nivelar o conhecimento básico sobre o atendimento do paciente crítico, ampliando as atividades educativas para os detalhes do atendimento. Além disso, buscar garantir condições mais seguras e efetivas nas ações”, conclui.

 

(*) Estagiária do HUCF sob supervisão de Wesley Gonçalves