Com parceiros estratégicos, Unimontes oferece curso introdutório de preservação do patrimônio audiovisual


Coordenação é do CCRAV, com público dirigido na formação da primeira turma

 

Capacitar professores e servidores em técnicas de preservação audiovisual como parte do projeto de constituição de um centro de memória na Universidade. Este é o objetivo do curso “Introdução à Preservação de Patrimônio Audiovisual”, que será oferecido pela Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), por intermédio do Centro de Comunicação e Referência Audiovisual (CCRAV) e Pró-Reitoria de Extensão (PREx).

 

As 30 vagas são dirigidas e as inscrições podem ser feitas até a próxima segunda-feira (17/5), pelo formulário: http://bit.do/curso_audiovisual. As atividades virtuais pela plataforma Google Meet começam no dia 21 de maio, sempre às sextas-feiras, de 13h30 às 17h45, e aos sábados, de 10 às 12 horas.

 

Neste primeiro momento, poderão participar os servidores e professores vinculados aos setores da universidade que realizam atividades relacionadas ao ambiente audiovisual: Diretoria de Documentação e Informações (DDI), Centro de Educação a Distância (CEAD), Museu Regional do Norte de Minas (MRNM), Incubadora de Empresas de Base Tecnológica da Unimontes (Inemontes), Núcleo Educar, Biblioteca, Assessoria de Comunicação Social e as Pró-Reitorias (Ensino, Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação). Também serão reservadas vagas para parceiros da Unimontes na comunidade.

 

PARCEIROS RENOMADOS

 

Conforme a coordenação do CCRAV, a capacitação será ministrada por 10 profissionais atuantes no setor de audiovisual de renomadas instituições brasileiras como Instituto Moreira Sales (IMS), Associação Brasileira de Preservação Audiovisual, Escola de Ciências Sociais/CPDOC, Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM).

 

Dentre os temas relacionados estão: Introdução sobre tecnologia e preservação audiovisual (com Inês Aisengart Menezes), Patrimônio audiovisual no Brasil (Débora Butruce), Registros domésticos e amadores (Lila Foster), A Museologia e o audiovisual (Fabiana Ferreira), O patrimônio imaterial e o audiovisual (Márcia Mansur), Memória preta em Minas Gerais (Inês Aisengart Menezes e Daniela Giovana Siqueira – professora convidada).

 

Também estão previstas aulas sobre Fotografia e memória feminina (Carolina Gonçalves Alves), Preservação de película (Nathália Colsato Prado), Preservação e digitalização de vídeo (Inês Aisengart Menezes e Mariela Cantu – professora convidada), O digital e a preservação de memórias pessoais digitais (Inês Aisengart Menezes) e Repositórios digitais (Roberta Zanatta). Haverá, ainda, a mesa redonda “Repositórios digitais: perspectivas para a implementação do CCRAV”, com vários debatedores.

 

Idealizador e coordenador do Centro de Comunicação e Referência Audiovisual da Unimontes, o professor Élcio Lucas, do Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários (PPGL), explica que o curso é uma ação integrada com a Pró-Reitoria de Extensão, mas que também é uma proposição conjunta dos programas de Pós-Graduação em Letras, de Desenvolvimento Social e de História.

 

Além disso, informa o professor, o projeto foi viabilizado a partir de convênio firmado entre a Unimontes e a Financiadora de Estudos e Projetos – Finep, Ministério da Ciência e Tecnologia e Inovações (MCTI) e o Governo Federal. O trabalho é coordenado pelo Professor Virgílio Mesquita Gomes no âmbito da Chamada Pública Infraestrutura em Campi Estaduais e Municipais (Ref. 0635/10). A iniciativa conta também com a contrapartida financeira oferecida pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico – SEDE, do Governo de Minas Gerais, além do apoio da Fapemig.

Previous Pesquisa identifica o perfil profissional dos egressos do curso de Teatro da Unimontes
Next Fortalecimento de parceria: Reitor da Unimontes apresenta demandas da universidade em audiências com secretários de Estado

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.