Casa Branca contata Rússia sobre ataque cibernético à JBS ter partido do país


A Casa Branca confirmou nesta 3ª feira (1º.jun.2021) que a JBS comunicou o governo dos Estados Unidos sobre a possibilidade de o ataque cibernético contra a empresa ter partido de uma organização baseada na Rússia. O governo norte-americano está em contato com autoridades russas para discutir o caso.

No domingo (30.mai), a unidade da JBS nos Estados Unidos identificou um ataque cibernético que afetou servidores nos EUA e na Austrália. A empresa foi alvo de um ransomware –que é um software de extorsão que bloqueia o computador e cobra resgate para liberar a retomada das atividades. Os ataques paralisaram a produção nos 2 países.

As informações foram divulgadas pela assessoria de imprensa da empresa na 2ª feira (31.mai). De acordo com a nota, a JBS tomou medidas imediatas, suspendendo todos os sistemas afetados, notificando as autoridades e ativando a rede global de profissionais de TI da empresa e de especialistas terceirizados.

Receba a newsletter do Poder360
todos os dias no seu e-mail

A porta-voz da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, disse que o governo norte-americano está tratando do assunto com o governo russo, e que o FBI investiga o caso.

“A Casa Branca ofereceu assistência à JBS, e nossa equipe e o Departamento de Agricultura conversaram várias vezes com suas lideranças no último dia. A JBS notificou o governo que o pedido de resgate veio de uma organização criminosa provavelmente com sede na Rússia”, afirmou.

Jean-Pierre disse que o governo entrou em contato com vários dos principais processadores de carne dos Estados Unidos para garantir que estejam cientes da situação. “Estamos avaliando quaisquer impactos no fornecimento, e o presidente instruiu a administração a determinar o que podemos fazer para mitigar quaisquer impactos conforme necessário”. 

A porta-voz também declarou que o combate ransomware é uma prioridade para a administração Joe Biden. “Solicitamos às organizações governamentais e do setor privado que levem a sério a ameaça do ransomware e modernizem suas defesas cibernéticas”. 

Poder360 entrou em contato com a JBS para comentar o caso, mas não houve resposta até a publicação desta reportagem.

Previous Balança comercial tem superavit recorde de US$ 9,3 bilhões em maio
Next Ramos confirma Copa América no Brasil

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.