Artista pernambucana Kilma Coutinho é a convidada para a Mostra Interfaces: arte surda e representações


Evento virtual é aberto ao público e acontece na próxima quarta-feira (30/6), sob organização do 8º período de Artes Visuais/Unimontes

 

Orgulho surdo. Desta maneira, podem ser resumidas as experiências profissionais de Kilma Coutinho, artista plástica pernambucana convidada pelo curso de Artes Visuais da Universidade Estadual de Montes Claros para a “Mostra Interfaces: arte surda e representações”, que acontece na próxima quarta-feira (30/6), às 19h30, em formato virtual.

A organização é dos acadêmicos do 8º período, sob a coordenação da professora Themis Farias de França Desiderio, mestre em Estudos Literários e a responsável pela disciplina “Libras”.

 

A participação é gratuita e aberta aos alunos, professores, egressos e profissionais da arte, com transmissão pela plataforma do Google Meet – com a participação da intérprete em Libras Maria Leidiane Rodrigues Pereira Reis. Não será necessário se inscrever previamente.

 

Nascida no Recife, Kilma Coutinho é artista plástica autodidata desde a infância. Em desenhos e pinturas, procura transmitir a sensibilidade e a subjetividade da identidade e cultura surda, seja com representações femininas, a interação com objetos e equipamentos do cotidiano ou mesmo frases.

 

Soma-se ao seu engajamento à inclusão da pessoa com deficiência auditiva as publicações dos trabalhos e de artigos nas redes sociais e no blog pessoal: www.kilmacoutinho.blogspot.com.

 

Previous Hackathon desafia estudantes a buscarem soluções inovadoras para banco de leite do Norte de Minas
Next Pesquisa: Unimontes realiza primeira transferência de tecnologia para empresa de cosméticos

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.