Texto: Wesley Gonçalves/HUCF/Unimontes

Fotos: Thiago Magalhães/hUCF/Unimontes 

“Todos nós nascemos para cuidar um do outro. É o que esperamos, pois está em nossa essência, independentemente de sermos ou não da área da saúde. Somos imagem e semelhança de Deus. Não consigo entender o sentido da vida sem abarcar quem está ao meu lado”, disse a médica oncologista, paliativista e presidente da Associação Presente de Apoio a Pacientes com Câncer – Padre Tiãozinho, Príscila Bernardina Miranda Soares, durante a palestra “A Arte do Cuidar”, proferida durante o Momento de Espiritualidade realizado na manhã desta quarta-feira (11), no auditório do Hospital Universitário Clemente Faria (HUCF).

 

O momento foi presidido pelo reitor da Unimontes professor Antonio Alvimar Souza, que agradeceu a todos pelo esforço ao longo do ano para servir bem a população, principalmente a mais carente, que “busca atendimento de qualidade e cura de alguma enfermidade”. Durante o evento, foram homenageados 11 servidores que encerram os contratos de trabalho em 31 de dezembro deste ano. Cinco servidores que faleceram este ano no HUCF receberam homenagem póstuma.

“Temos que desenvolver um olhar diferente, de compaixão para a gente mesmo e para o outro. Vivemos em um mundo de negligência em tantas áreas, tantos direitos e descuidos. O cuidar hoje é um grande desafio nosso, especialmente, aqui no HUCF, porta de entrada para milhares de pessoas que nos procuram para serem assistidos em alguma enfermidade. Estamos em uma sociedade do descuido, do ganhar apenas dinheiro e negligenciar o outro. Porém, podemos ser melhor, se cada um der aquilo que lhe é confiado pelo Pai. O cuidar é um equilíbrio”, ressaltou o reitor. “Não devemos julgar. Devemos estar em paz para entrarmos em sintonia com o outro”, acrescentou a médica oncologista Príscila Miranda, reforçando a importância do amor ao próximo.

 

Poder da coletividade

A superintendente do HUCF, Príscilla Izabella F.B. de Menezes destacou o poder da coletividade, do trabalho em equipe, cujo resultado será para o bem comum, e ressaltou o importante trabalho desenvolvido pelos servidores que deixam a instituição. “Obrigado pela dedicação e carinho de todos vocês que nos deixam no próximo dia 31, e, em especial, às famílias enlutadas dos nossos queridos servidores que nos deixaram e foram para o plano espiritual. Eles cumpriram o seu papel aqui no plano terreno e foram muito amados e respeitados no HUCF”, lembrou.

Cássia Adriana Ribeiro Soares, viúva do servidor Adilson Aparecido Martins Cardoso, agradeceu a homenagem e lembrou do amor que ele tinha pelo HUCF.

“Adilson tratava o HUCF como a segunda casa, a segunda família. Ele amava trabalhar aqui, pois tinha um olhar diferenciado pelo outro, como bem reforçado aqui pela palestrante, pelo reitor e pela superintendente. Adilson tinha esse olhar diferenciado de cuidar do outro. Tenho certeza que ele está feliz onde estiver com a homenagem que lhe foi prestada pelos colegas de trabalho”, se emocionou a esposa.