Texto: Wesley Gonçalves

Fotos: Mourão Panda / América

 

Foi um grande jogo, mas n clássico mineiro entre América Vôlei e Fiat Minas, os donos da casa levaram a melhor sobre o Coelho na Arena do Minas Tênis Clube, em BH, e venceu por 3 a 0, com parciais de duplo 25/16 e 25/18.  O oposto Felipe Moreira Roque, atleta do Minas, foi eleito o melhor em quadra e levou o troféu Viva Vôlei.

O fator casa e a melhor fase dos minastenistas na competição fizeram a diferença na partida. Com a vitória, o Minas chegou aos 15 pontos e sexta colocação na tabela, enquanto o Coelho continua à luta para sair da penúltima posição com apenas 06 pontos.

O próximo adversário do América Vôlei é outra pedreira, também fora de casa. Os comandados do técnico Henrique Furtado já viajaram nesta quinta-feira (09/01) para o Rio de Janeiro/RJ, onde no sábado (11/01), às 19h, encaram o Sesc Rio, no Ginásio do Tijuca Tênis Clube, com transmissão do Canal Vôlei Brasil. O jogo é válido pela primeira rodada do returno da Superliga.

O técnico Henrique Furtado fez uma avaliação da partida contra o Minas. “Não jogamos bem e o adversário nos colocou em muitas dificuldades. Foram superiores em todos os fundamentos, principalmente no saque e no ataque. Da nossa parte, fez falta um ataque mais pesado para que pudéssemos igualar a esse grande adversário. Buscamos a vitória o tempo todo, mas não estivemos no nível do nosso adversário esta noite”, lamentou.

Ele também falou sobre o próximo adversário e a maturidade da equipe. “O Sesc Rio é um adversário duríssimo, com grandes jogadores em todas as posições, dois levantadores de muita qualidade. Vamos aproveitar esses dias até o jogo para estudarmos bastante e fazer boas marcações. Temos que fazer com que nossa equipe suba de nível e possa igualar o jogo contra os grandes adversários como o Minas e o Sesc Rio. Quanto à nossa equipe, trata-se de jogadores muito jovens, que trabalham muito e com uma intensidade muito alta para quem possam jogar bem. É um time muito homogêneo e os jogadores estão aprendendo muito entre eles, sem atletas com grandes experiências dentro de quadra. São jovens com vontade muito grande de vencer, com grande potencial. Estou feliz em contar com esses jogadores, pois vão crescer, terão uma trajetória bonita pela frente e irão ajudar a trazer vitórias para a nossa equipe e a nossa torcida”, finalizou o técnico.