Nesta quinta-feira (24/5), a Universidade Estadual de Montes Claros comemora 56 anos de ensino superior público no Norte de Minas. A instituição resulta da transformação da Fundação Norte Mineira de Ensino Superior –FUNM –, criada por intermédio da Lei Estadual 2.615, assinada em 24 de maio de 1962.  A antiga FUNM foi transformada na atual Unimontes, por intermédio da Constituição Mineira, promulgada em 21 de setembro de 1989.

 

“Ao completar 56 anos de existência, a Unimontes, ainda diante das limitações da atual conjuntura nacional, mantém sua trajetória de crescimento e cumpre o papel como impulsora do desenvolvimento regional”, enfatiza o reitor da Unimontes, professor João dos Reis Canela. Ele salienta que a Universidade “segue no firme propósito de contribuir com o desenvolvimento das regiões onde atua, oferecendo ensino de qualidade e incrementando as atividades da pesquisa e da extensão”.

 

“Deveremos realizar mais investimentos na ampliação da pós-graduação e na pesquisa, o que resultará em melhorias também para o ensino e a extensão, com bons resultados para a sociedade”, avalia João Canela.

 

Nos últimos anos, a Unimontes alcançou feitos importantes. Um deles é que aproximadamente 75% do seu corpo docente tornou-se efetivo, conseqüência do concurso público para professor de educação superior, realizado com o apoio do Governo do Estado de Minas Gerais, por intermédio da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) e da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes). Outro certame de impacto foi o de médico universitário, concurso que ofereceu 100 vagas para o corpo clínico do Hospital Universitário Clemente de Faria.

 

NÚMEROS

 

Atualmente, a comunidade discente é formada por 11,4 mil alunos em cursos regulares, a distância e cursos técnico-profissionalizantes, pós-graduação Lato sensu e Stricto sensu – mestrados e doutorados. A Unimontes atingiu a marca de 53.245 profissionais graduados, de dezembro de 1966 a dezembro de 2017.

 

A capacitação do corpo docente é um dos destaques das ações da Universidade. No final de 2017, a instituição atingiu o percentual de 71,53% dos seus professores com titulação Stricto sensu. De um total de 1.076 docentes, 759 contam com títulos de mestre e doutor.

 

A universidade provém suas bibliotecas de recursos necessários à manutenção de seu acervo com a compra de livros, periódicos e com a informatização. Dentre os destaques mais recentes está a aquisição da Biblioteca Virtual Universitária, com conteúdos completos de, inicialmente, 4,7 mil e-books para cinco mil usuários, em mais de 40 áreas do conhecimento. Juntas, as bibliotecas contam com 61.930 títulos e 155.028 exemplares.

 

A ampliação dos cursos de pós-graduação Stricto sensu é priorizada pela instituição, que conta com 16 cursos de mestrado e três doutorados próprios, somando 766 alunos matriculados. A instituição se destaca, ainda, como a principal do País na quantidade de bolsas financiadas por meio do PIBID, com mais de mil alunos de Licenciaturas.

 

A PESQUISA

 

As ações da pesquisa são incrementadas com estímulo permanente à iniciação científica e à integração com o ensino de graduação. A instituição conta 51 grupos de pesquisa, 193 linhas de pesquisa e 215 projetos de pesquisa em andamento. Durante o ano de 2017, foram aplicados R$ 3.875.018,55 em projetos de investigação científica e tecnológica e R$ 4.773.871,20 na pós-graduação. Os investimentos são reforçados com o apoio de órgãos de fomento, especialmente a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais e o CNPq.

 

Em diversas obras, com o suporte do Governo de Minas Gerais, a Universidade investe cerca de R$ 6 milhões, como o Teatro Universitário, do projeto de prevenção contra incêndios no campus-sede e os investimentos na aquisição de equipamentos de monitoramento eletrônico, além do empenho de cerca de R$ 14 milhões para a ampliação e a reforma do prédio 6, a ampliação do Restaurante Universitário, a conclusão do 3º pavimento do Centro Tecnológico e a construção do Espaço de Leitura no Campus Universitário. Com recursos do Governo Federal e contrapartida da Secretaria de Estado de Educação, outro suporte considerável está na continuação das obras do Programa Brasil Profissionalizado, no qual a Unimontes gerencia a construção de 13 unidades.

 

As intervenções acontecem também no HUCF, com investimentos da ordem de R$ 30 milhões, viabilizados com as doações do empresário Aloysio de Andrade Faria (Grupo Alfastar) e recursos do Governo do Estado.

 

EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA

 

A extensão universitária também é priorizada, com objetivo de inserção na comunidade e a melhoria da qualidade de vida da população. Durante o ano de 2017, por meio de ações extensionistas, foram atendidas 615.248 pessoas em 165 projetos e programas, com 315 cursos e 811 eventos, além de 1.450 prestações de serviços.

 

São desenvolvidos programas, projetos, cursos e eventos tais como o projeto “Unimontes Solidária”, que registrou 31.166 atendimentos em 2017, quando completou 15 anos de atividades. Uma das ações de destaque é a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), que teve 272.762 participantes na região geográfica coordenada pela Unimontes.

 

EXPOSIÇÃO COMEMORATIVA

 

Os 56 anos de ensino superior público serão comemorados pela Unimontes de maneira integrada com os professores e servidores da Universidade. Nesta quinta-feira, às 10 horas, será aberta no hall da Biblioteca Central, no campus-sede, a exposição fotográfica dos 15 anos – 2002 a 2017 – de atividades do Programa de Assistência Jurídica Itinerante – S.A.J. Itinerante.

 

Ainda no campus-sede, na sexta-feira (25/5), às 9 horas, no auditório do Prédio 6, haverá um café da manhã. Um destaque durante o evento será a apresentação do Grupo Folclórico Banzé e do professor e músico Igor Coimbra.

 

COMEMORAÇÃO NO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO

 

Fazendo parte das comemorações dos 56 anos da Unimontes, nesta quinta-feira, de 8 às 11 horas, será promovido no HUCF, o evento voluntário “Terapia da Beleza”, com cortes de cabelo e de barba, maquiagem e dicas de cuidados com a pele para servidores, pacientes e seus acompanhantes.

 

Na sexta-feira (25/5), a partir das 10 horas, será realizada no Hospital sessão de homenagens, com apresentações musicais e performance artística e interativa com a personagem “Safroa Riguilida”, na área de convívio do hospital. Também está previsto almoço de confraternização com os servidores.

Unimontes completa 56 anos nesta quinta-feira comprometida com o desenvolvimento regional

 

Nesta quinta-feira (24/5), a Universidade Estadual de Montes Claros comemora 56 anos de ensino superior público no Norte de Minas. A instituição resulta da transformação da Fundação Norte Mineira de Ensino Superior –FUNM –, criada por intermédio da Lei Estadual 2.615, assinada em 24 de maio de 1962.  A antiga FUNM foi transformada na atual Unimontes, por intermédio da Constituição Mineira, promulgada em 21 de setembro de 1989.

 

“Ao completar 56 anos de existência, a Unimontes, ainda diante das limitações da atual conjuntura nacional, mantém sua trajetória de crescimento e cumpre o papel como impulsora do desenvolvimento regional”, enfatiza o reitor da Unimontes, professor João dos Reis Canela. Ele salienta que a Universidade “segue no firme propósito de contribuir com o desenvolvimento das regiões onde atua, oferecendo ensino de qualidade e incrementando as atividades da pesquisa e da extensão”.

 

“Deveremos realizar mais investimentos na ampliação da pós-graduação e na pesquisa, o que resultará em melhorias também para o ensino e a extensão, com bons resultados para a sociedade”, avalia João Canela.

 

Nos últimos anos, a Unimontes alcançou feitos importantes. Um deles é que aproximadamente 75% do seu corpo docente tornou-se efetivo, conseqüência do concurso público para professor de educação superior, realizado com o apoio do Governo do Estado de Minas Gerais, por intermédio da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) e da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes). Outro certame de impacto foi o de médico universitário, concurso que ofereceu 100 vagas para o corpo clínico do Hospital Universitário Clemente de Faria.

 

NÚMEROS

 

Atualmente, a comunidade discente é formada por 11,4 mil alunos em cursos regulares, a distância e cursos técnico-profissionalizantes, pós-graduação Lato sensu e Stricto sensu – mestrados e doutorados. A Unimontes atingiu a marca de 53.245 profissionais graduados, de dezembro de 1966 a dezembro de 2017.

 

A capacitação do corpo docente é um dos destaques das ações da Universidade. No final de 2017, a instituição atingiu o percentual de 71,53% dos seus professores com titulação Stricto sensu. De um total de 1.076 docentes, 759 contam com títulos de mestre e doutor.

 

A universidade provém suas bibliotecas de recursos necessários à manutenção de seu acervo com a compra de livros, periódicos e com a informatização. Dentre os destaques mais recentes está a aquisição da Biblioteca Virtual Universitária, com conteúdos completos de, inicialmente, 4,7 mil e-books para cinco mil usuários, em mais de 40 áreas do conhecimento. Juntas, as bibliotecas contam com 61.930 títulos e 155.028 exemplares.

 

A ampliação dos cursos de pós-graduação Stricto sensu é priorizada pela instituição, que conta com 16 cursos de mestrado e três doutorados próprios, somando 766 alunos matriculados. A instituição se destaca, ainda, como a principal do País na quantidade de bolsas financiadas por meio do PIBID, com mais de mil alunos de Licenciaturas.

 

A PESQUISA

 

As ações da pesquisa são incrementadas com estímulo permanente à iniciação científica e à integração com o ensino de graduação. A instituição conta 51 grupos de pesquisa, 193 linhas de pesquisa e 215 projetos de pesquisa em andamento. Durante o ano de 2017, foram aplicados R$ 3.875.018,55 em projetos de investigação científica e tecnológica e R$ 4.773.871,20 na pós-graduação. Os investimentos são reforçados com o apoio de órgãos de fomento, especialmente a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais e o CNPq.

 

Em diversas obras, com o suporte do Governo de Minas Gerais, a Universidade investe cerca de R$ 6 milhões, como o Teatro Universitário, do projeto de prevenção contra incêndios no campus-sede e os investimentos na aquisição de equipamentos de monitoramento eletrônico, além do empenho de cerca de R$ 14 milhões para a ampliação e a reforma do prédio 6, a ampliação do Restaurante Universitário, a conclusão do 3º pavimento do Centro Tecnológico e a construção do Espaço de Leitura no Campus Universitário. Com recursos do Governo Federal e contrapartida da Secretaria de Estado de Educação, outro suporte considerável está na continuação das obras do Programa Brasil Profissionalizado, no qual a Unimontes gerencia a construção de 13 unidades.

 

As intervenções acontecem também no HUCF, com investimentos da ordem de R$ 30 milhões, viabilizados com as doações do empresário Aloysio de Andrade Faria (Grupo Alfastar) e recursos do Governo do Estado.

 

EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA

 

A extensão universitária também é priorizada, com objetivo de inserção na comunidade e a melhoria da qualidade de vida da população. Durante o ano de 2017, por meio de ações extensionistas, foram atendidas 615.248 pessoas em 165 projetos e programas, com 315 cursos e 811 eventos, além de 1.450 prestações de serviços.

 

São desenvolvidos programas, projetos, cursos e eventos tais como o projeto “Unimontes Solidária”, que registrou 31.166 atendimentos em 2017, quando completou 15 anos de atividades. Uma das ações de destaque é a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), que teve 272.762 participantes na região geográfica coordenada pela Unimontes.

 

EXPOSIÇÃO COMEMORATIVA

 

Os 56 anos de ensino superior público serão comemorados pela Unimontes de maneira integrada com os professores e servidores da Universidade. Nesta quinta-feira, às 10 horas, será aberta no hall da Biblioteca Central, no campus-sede, a exposição fotográfica dos 15 anos – 2002 a 2017 – de atividades do Programa de Assistência Jurídica Itinerante – S.A.J. Itinerante.

 

Ainda no campus-sede, na sexta-feira (25/5), às 9 horas, no auditório do Prédio 6, haverá um café da manhã. Um destaque durante o evento será a apresentação do Grupo Folclórico Banzé e do professor e músico Igor Coimbra.

 

COMEMORAÇÃO NO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO

 

Fazendo parte das comemorações dos 56 anos da Unimontes, nesta quinta-feira, de 8 às 11 horas, será promovido no HUCF, o evento voluntário “Terapia da Beleza”, com cortes de cabelo e de barba, maquiagem e dicas de cuidados com a pele para servidores, pacientes e seus acompanhantes.

 

Na sexta-feira (25/5), a partir das 10 horas, será realizada no Hospital sessão de homenagens, com apresentações musicais e performance artística e interativa com a personagem “Safroa Riguilida”, na área de convívio do hospital. Também está previsto almoço de confraternização com os servidores.