O evento será durante a 24ª Fenics e mobiliza poder público, entidades e empresários

Prefeitura, entidades de classe e empresários de Montes Claros se preparam para um dos maiores encontros empresariais com estrangeiros, já realizado na cidade.  O 1º Seminário Brasil-China promete marcar o primeiro dia da 24ª Feira Nacional da Indústria Comércio e de Serviços, no dia 12 de setembro, a partir das 16h, no Auditório da Sociedade Rural, no Parque de Exposições João Alencar Athayde.

A comitiva de chineses interessados nas potencialidades do Norte de Minas é uma iniciativa da SAM – Sul Americana de Metais, empresa comandada por empresários chineses que tem a concessão da jazida de minério de ferro no Norte de Minas, com investimentos de 160 milhões de dólares. No seminário, estão confirmadas as participações do Chinese Development Bank, Bank of Communication (BOCOM BBM), Huawei (tecnologia), CGN (energia), Dahua Tecnology, Instituto Confúcio, ChinaUnicom, Sany Group, Sinopec, Hengton Group, Sinosteel e a SAM Metais.

O Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Edilson Torquato, está animado com as possibilidades de negócios entre os chineses e os norte-mineiros. “A partir do mega projeto da Sam Metais, teremos toda uma cadeia de possibilidades de investimento, de cerca de milhões de reais, desde a tecnologia de fibra óptica, infraestrutura, siderurgia para produção de dutos até a fabricação de smartphones. Os participantes podem pesquisar sobre cada uma das empresas que estarão no Seminário para fomentar negócios”, adianta.

No âmbito político, participarão do Seminário o governador de Minas, Romeu Zema, o Deputado Gil Pereira, o prefeito de Montes Claros, Humberto Souto, representates de e empresários. O coordenador Socioambiental da SAM Metais, Cristiano Duarte Caetano, informou que o CEO Yongshi Jin apresentará o projeto Bloco 8 da empresa, a ser desenvolvido em Grão Mogol, cuja meta é utilizar 100% de energias renováveis até o quinto ano de operação (a contar da conclusão do licenciamento), com destaque para a solar fotovoltaica.

O economista e diretor da ACI, Marcos Fábio Martins, destaca que, “em 16 anos, a China se tornou o principal mercado de destino das exportações brasileiras. Sua participação nas exportações do Brasil passou de 4,2%, em 2002, para 26,6%, em 2018. No mesmo período, a exportação do Brasil para os Estados Unidos reduziu de 25,4% para 12%. Já a pauta de importações, desde 2002 a 2018, a participação da China passou de 3,3% para 19,2% e a dos Estados Unidos, de 21,8% para 16%”.

Programação

O 1º Seminário Brasil-China abre a programação da 24ª FENICS e terá três painéis que se relacionam ao Projeto Bloco 8, o maior investimento chinês da atualidade na região. São eles: Inovação em serviços financeiros; Energias Renováveis; Inovação em tecnologia. Os participantes terão a oportunidade de experimentarem a mais avançada tecnologia 5G e de reconhecimento facial promovida pelas empresas Huawei, Claro e Dyno Security.

Sobre o Projeto Bloco 8, destaque para Mineração de ferro, com investimento de 2.1 bilhões de dólares; investimento de 1.2 bilhões de dólares para logística a ser feito pela empresa Lotus do Brasil Comércio e Logística Ltda; meta de utilização de 100% de energia renovável, após o 5º ano de operação. O investimento previsto é de mais de 1 bilhão de dólares a ser realizado em parceria com a empresa CGN, entre outras. Esse cenário promoverá a utilização de energia renovável e o desenvolvimento do armazenamento de energia que poderá fomentar a indústria de bateria de lítio, recurso abundante nessa região. Ao final, será assinado a MOU Palacete Dantas / Centro de Cultura e tecnologia.

Para o presidente da ACI, Dr Newton Figueiredo, “será uma excelente oportunidade de interação com o mercado chinês, possibilitando a promoção de nossos produtos e bons contatos”.  Após o Seminário, às 18h, será realizada a solenidade de abertura da 24ª Fenics, uma realização da ACI, tendo a Fiemg como co-realizadora e o Banco do Nordeste, Caixa Econômica Federal, Sebrae, Eurofarma, Hipolabor, Cimento Montes Claros,  Laboratório Santa Clara, IDENE, Novo Nordisk, Prefeitura e Câmara de Montes Claros como patrocinadores e a InterTv Grande Minas, Sesi, Sicoob Credinosso, Prospera Santander, Bradesco, Quifarmo, Sam Metais, Transamérica e Sociedade Rural como apoiadores. Outras informações pelo telefone 38 – 2101 3300.