A Santa Casa de Montes Claros, por meio de gestão compartilhada, participativa e inovadora, nos últimos anos, por meio de valores baseados na ética e transparência, tem investido em projetos voltados para melhorar a qualidade da assistência prestada à população, alcançado várias conquistas.

Pensando nisso, a Instituição busca valorizar seu capital intelectual, oportunizando melhorias aos colaboradores em reconhecimento à competência, dedicação e empenho pelos serviços prestados à instituição. Uma das maneiras de reconhecer as habilidades dos colaboradores é com o projeto Escola de Líderes, que na última terça (19) formou a terceira do turma do programa.

A supervisora da Escola de lideres, Criziely Costa, explicou que o programa de capacitação é estruturado para estimular e auxiliar as lideranças da Santa Casa de Montes Claros no seu desenvolvimento técnico e comportamental, segundo as competências mapeadas pela empresa. “É uma grande oportunidade de aprendizado e educação continuada. Formar mais uma turma desse trabalho e é sem dúvida uma honra para todos nós, pois através das ferramentas utilizadas, foi possível proporcionar autoconhecimento, reflexão e compartilhamento de práticas de liderança”, disse.

As aulas iniciaram em março. Ao todo, 19 colaboradores participaram da iniciativa.  Para a coordenadora de Gestão de Pessoas, Príscila Menezes, o programa possibilitou troca de conhecimento e conquistas. “Durante esse período, levamos sempre um pouco do outro e deixamos um pouco de nós”.

Uma das alunas da turma foi a gerente de almoxarifado, Margareth Ornellas. Ela ressaltou que foi uma alegria participar da Escola de Líderes. “Agradeço de forma especial àqueles que de alguma maneira contribuíram para consubstanciar a Escola de Líderes da Santa Casa de Montes Claros. Este é o caminho certo para o sucesso: o compartilhamento do conhecimento”.

 

ANA PAULA PAIXÃO

Jornalista/Assessora de Imprensa