Texto: Ana Paula Paixão Fotos: Sólon Queiroz/Hudson Brazil
Criado em primeiro de agosto de 1989, por meio de uma união entre as equipes do Hospital Dilson Godinho e da Santa Casa de Montes Claros, o Hospital do Rim, além do acompanhamento ambulatorial e da hemodiálise, realiza, desde 1993, o transplante renal. Desde então, foram beneficiados mais de 600 pacientes receptores, oriundos do Norte de Minas e da Bahia. De segunda a sábado, das 7h às 21h, o hospital, que é referência no Norte de Minas, recebe em torno de 240 pacientes para o tratamento de hemodiálise e diálise peritoneal ambulatorial, realizando uma média de 2.500 sessões por mês. Para atender com excelência e dar a melhor qualidade de vida para essas pessoas, o Hospital do Rim, localizado na Santa Casa, conta com profissionais de variadas especialidades. “Nós temos, além de nefrologistas, residência médica, nutricionista, psicóloga e assistente social que dão suporte para o paciente antes mesmo dele ir para a máquina de diálise”, conta Dra. Catarina Veloso, nefrologista da unidade hospitalar desde a sua fundação.

A assistência, com foco no acolhimento humanizado, beneficia pacientes oriundos da Macrorregião de Montes Claros, que realizam tratamento de hemodiálise pelo Sistema Único de Saúde – SUS. A estrutura física disponibiliza amplas e modernas instalações, com ambulatório de nefrologia, ambulatório de transplantes e consultórios, sala de procedimentos, salão de hemodiálise, além de equipe multiprofissional altamente especializada, composta por médicos nefrologistas, enfermeiros, nutricionista, técnicos de enfermagem, psicólogo e assistente social. “Ressalto a importância da Santa Casa de Montes Claros que nos acolheu e nos dá suporte para que continuemos avançando na assistência aos pacientes, gestão, programas de segurança, humanização e treinamento pessoal”, ressalta Catarina.
A médica nefrologista afirma que ao longo de 30 anos foram vários avanços. “Estamos entre os primeiros a utilizar máquina de hemodiálise de proporção e os primeiros a instalar o tratamento de água por osmose reversa no Estado de Minas Gerais”, conta.  Além disso, recentemente, foi implantada uma unidade para pacientes agudos e uma unidade de energia fotovoltaica, com o objetivo de trazer sustentabilidade energética. Para o superintendente da Santa Casa de Montes Claros, Maurício Sérgio, “é um orgulho contar com a parceria do Hospital do Rim, que conta com profissionais tão bem capacitados e que cuidam de cada um dos nossos pacientes com amor, dedicação e muito acolhimento. Parabéns a todos que fazem parte da família da nefrologia”, fala.