Estatal lança, em Belo Horizonte, edital de R$ 10 milhões em parceria com o Sebrae

Startups e pequenas empresas mineiras inovadoras podem participar do programa de inovação aberta da maior estatal brasileira. O evento de apresentação do Edital Petrobras Conexões para Inovação foi realizado na manhã desta quarta-feira (10/07), na sede do Sebrae Minas, em Belo Horizonte, e reuniu representantes das duas instituições para esclarecer os critérios de participação nesta que é a primeira chamada pública para projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (P,D&I) da Petrobras, entre as previstas para os próximos cinco anos.

A parceria entre Petrobras e Sebrae tem o objetivo de suprir as necessidades de aprimoramento tecnológico da estatal pela associação com os pequenos negócios. “A Petrobras quer ingressar nesse ecossistema de inovação”, afirmou o consultor de gestão tecnológica do Cenpes, unidade responsável pelas atividades de P&D da empresa, Ricardo Ramos.

Startups e pequenas empresas podem participar do edital individualmente ou em parceria com institutos científicos e tecnológicos credenciados à Agência Nacional do Petróleo (ANP). Serão aportados recursos entre R$ 500 mil a R$ 1,5 milhão, para o financiamento de até 10 projetos em nível nacional, totalizando R$ 10 milhões.

As inscrições vão de 1º de agosto a 5 de setembro. Entre outubro e novembro serão realizadas as etapas de avaliação e aprovação das propostas, além do pitch e banca de seleção final. Os 10 projetos aprovados, em nível nacional, serão contratados a partir do dia 20 de novembro. O edital pode ser acessado pelo sitewww.sebrae.com.br/editalpetrobrassebrae/2019.

Na primeira fase da seleção, entre 1º de agosto e 4 de outubro, serão considerados os critérios de aderência da proposta ao tema, grau de inovação, capacidade da equipe executora, nível de maturidade tecnológica, estabilidade da solução e definição da propriedade intelectual. Na segunda fase serão considerados o impacto da solução proposta e o resultado final esperado.

Desafios de inovação

O edital da Petrobras abre oportunidades de negócios para startups e pequenos negócios inovadores, que poderão se debruçar sobre problemas específicos da Petrobrás em seis temas: tecnologias digitais, captura e utilização de carbono, novas energias, nanotecnologia, corrosão e catalisadores.

Segundo Ramos, a iniciativa pretende, ainda, impulsionar a transformação do conhecimento gerado nas universidades e centros de ciência e tecnologia em soluções práticas que deem conta dos desafios de inovação da empresa.  “Nossa expectativa é a de conseguir resultados ágeis”, afirmou.

Para que isso aconteça, a Petrobras buscou o apoio do Sebrae para oferecer suporte tecnológico e assessoria de negócios aos empreendedores interessados em participar da chamada pública.  O Sebrae também fará o repasse do recurso aprovado pela Petrobras para o desenvolvimento dos projetos aprovados no edital. “O Sebrae Minas tem uma participação efetiva no ambiente de inovação do estado. E temos certeza de que as startups e pequenos negócios mineiros têm potencial para prover muitas soluções que a Petrobras demanda”, afirma o diretor Técnico do Sebrae Minas, João Cruz Reis Filho.

Segundo o diretor, um levantamento recente realizado pela instituição mostra que Minas Gerais reúne 118 campus de inovação, entre universidades e centros tecnológicos. “Isso representa quase um campus para cada seis municípios”, compara.