A ADENOR faz o benchmarking dos projetos de energia fotovoltaica do norte de Minas para técnicos do SENAI em Campo Grande 

A Agência de Desenvolvimento da Região Norte de Minas Gerais– ADENOR, foi convidada pela FIEMS – Federação das Indústrias de Mato Grosso de Sul para troca de experiências com técnicos de Projetos de energia fotovoltaica em Geração Distribuída (GD) e Geração Centralizada (GC), nos dias 17 e 18 de dezembro. O objetivo é apresentar o programa da Energia Fotovoltaíca da Norte de Minas Gerais e conhecer um projeto desenvolvido para FIEMS-SENAI.

O presidente da ADENOR, Alexandre Pires, mostrou sobre a estrutura da Agência de Desenvolvimento e seus propósitos.  Ele indicou o por que da escolha do arranjo produtivo da Energia Fotovoltaica para o Norte de Minas. “Em meio a uma crise hídrica, a solução é a ampliação e expansão em parceria com poder público e privado. Foi traçado um plano de ações, mapeando as áreas  onde poderão ser instalados os empreendimentos, com  potencial de mais de 120 usinas fotovoltaicas de 30 MW”.

Uilton Rocha,  responsável técnico pelo Projeto da Adenor, também participou da reunião e detalhou os aspectos técnicos como a escolha de terrenos, dimensionamento das usinas, questões ambientais, e questões relacionadas com as concessionárias estaduais de energia para conexão ao sistema elétrico.

Davidson Dantas, representante da SEDINOR/ IDENE – Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas, falou sobre as ações gerais da Secretaria e especificamente sobre o apoio do Estado ao projeto da Energia Fotovoltaica. Na oportunidade, Dantas ressaltou a importância da busca de soluções de infraestrutura. “Este trabalho redundou na elaboração pela CEMIG de projeto que foi levado a leilão pela ANEEL, cujos lotes arrematados estão em plena execução com investimento de R$ 6 bilhões na região”.