Todos os nossos feitos influenciam direta ou indiretamente na vida de outros. Esta é uma frase bem clichê, mas resume bem a atitude de Nicolly Gabrielly Almeida Costa, de 9 anos, que em 2014 foi internada na Santa Casa de Montes Claros para tratar de uma artrite séptica do quadril e após cinco anos de recuperação, doou os lindos fios de cabelo, comprou livros e canetinhas coloridas e retornou a Pediatria do hospital nesta terça-feira (17) para doar para as crianças.

A menina, que sonha em ser atriz, mora com a família em Mato Verde e distribuiu sorrisos contagiantes para os pequenos internados na Pediatria. “Eu já passei por tudo que as crianças internadas estão passando e sei que é bem difícil. É muito ruim você ficar só sentada ou deitada e não poder fazer nada. Eu estou muito feliz em saber que de alguma forma eu ajudei e espero que elas tenham gostado dos presentes”, diz a garota.

Para a família, de origem simples, a escolha da garotinha de usar o dinheiro da venda do cabelo para comprar presentes para os pequenos da Pediatria é uma verdadeira lição.  “Eu não consigo nem falar direito, é muito lindo e emocionante a atitude dela. Nós vivemos momentos muito difíceis no hospital, mas graças a Deus tudo passou, tivemos um atendimento maravilhoso e retornar agradecendo por escolha dela é incrível. Não tem como não se emocionar”, diz a mãe da menina Nikolly, Jéssica Poliana Almeida.

O ato de gentileza demonstra amor ao próximo e é como uma estrada de doação construída mão a mão a cada dia. “Para nós enquanto profissionais receber esse retorno não tem preço, é esse o nosso retorno como cuidador do bem. Muitas vezes as crianças chegam aqui debilitadas e saem sorrindo e nos da mais vontade de fazer o nosso trabalho”, afirma a enfermeira responsável pela Pediatria, Ana Paula.

A Pediatria da Santa Casa recebe crianças de Montes Claros e região, são 46 leitos destinados ao atendimento SUS a crianças em sua maioria carentes de 0 aos 12 anos com as mais diversas patologias. Por se tratar de um hospital filantrópico, a Instituição conta com gestos de solidariedade e doações para manter a humanização dos serviços e a sua sustentabilidade.

“O gesto da Nikolly nos chamou bastante atenção pela idade dela e pela grandeza, são gestos como este que nos fazem sempre melhorar. É de extrema importância a doação. A Santa Casa tem o atendimento de 80% voltado ao SUS e precisa do auxílio das empresas e das pessoas. Para nós não tem questão de valor, de um ato como este até a doação de uma empresa é fundamental”, afirma o Gerente da Captação de Recursos, Carlos Augusto Gonçalves.

Assim como a Nicolly você também pode ajudar a Santa Casa, ligue 3229.2154 ou acesse o site do hospital www.santacasamontesclaros.com.br.