Campanha arrecadará recursos para a construção da Unidade especializada em tratar crianças e adolescentes com câncer em Montes Claros

No dia 24 de agosto, é dia de praticar solidariedade. Mais uma edição do McDia Feliz acontece, com arrecadação destinada à Fundação Sara, beneficiada com a venda de tíquetes antecipados, que estão sendo vendidos na entidade — Rua André Luiz, nº 415, no bairro Canelas II — e também por voluntários. Comercializados ao valor de R$ 17,00 cada um, o tíquete poderá ser trocado pelo sanduíche Big Mac no Mc Donald´s, no Montes Claros Shopping, no dia 24 de agosto.

Há 30 anos, o mês de agosto é marcado pelo McDia Feliz, que transforma a venda de Big Mac em sorrisos. A campanha – uma das maiores em prol de crianças e adolescentes no país – já começou. Ao todo, 84 projetos de 59 instituições serão beneficiados com a arrecadação da campanha em todo o país.

Com a campanha, a Fundação Sara investirá o valor arrecadado na construção da Unidade de Câncer Infantojuvenil Santa Casa – Sara Albuquerque para o tratamento de crianças e adolescentes com câncer em Montes Claros (MG). A Fundação, em parceria com a Santa Casa de Montes Claros, busca construir um espaço físico exclusivo, adequado e lúdico para o atendimento de crianças e adolescentes em tratamento de câncer com uma equipe especializada no atendimento oncopediátrico. O local será cedido pela Santa Casa na Rua Tiradentes, nº 770 – Centro, em Montes Claros-MG.

A Unidade vai permitir que casos de suspeitas de câncer em crianças e adolescentes tenham um diagnóstico mais rápido e com início do tratamento imediato, o que irá aumentar as chances de cura e ampliar, também, o espaço para atendimento inicial das urgências e emergências. “Parte do custeio da Unidade de Câncer Infantojuvenil Santa Casa – Sara Albuquerque será por meio do McDia Feliz. E isso já nos mostra a importância de se participar evento. Além disso, o McDia também é um meio da Fundação Sara promover a integração da entidade com a comunidade e voluntários, que sempre apoiam a nossa causa com vendas e compras de tíquetes”, afirma a coordenadora de eventos da Fundação Sara, Tatiana Rocha.