Lucas & Eduardo: Da infância musical ao trabalho autoral


Nova dupla promete agradar com músicas próprias do primeiro CD com 12 faixas inéditas 

 

Texto: Wesley Gonçalves

Fotos: Divulgação/Pessoal

O sertanejo Universitário surgiu no final dos anos 2000 em Goiânia/GO, e de lá para cá, ganhou o Brasil, arrastando multidões numa mistura entre o Sertanejo Raiz, Arrocha, Romantismo e o Brega.

É nesta mistura de ritmos que contagia a galera, que surgiu a mais nova dupla: Lucas & Eduardo, de 17 e 19 anos, respectivamente. Irmãos de sangue e parceiros na música, a dupla se inspira em grandes que nomes estão nas paradas de sucesso como Wesley Safadão, Marília Mendonça e tantos outros que começaram da base, de suas origens.

“Sempre tivemos grande inspiração em casa, herdando do nosso avô paterno o gosto pelos instrumentos e pela música, o apoio dos familiares e, em especial, nosso maior incentivador que é o nosso pai, que durante as festas da família, se apresentava e nos colocava para participar deste momento de confraternização e carinho”, disse Eduardo Dias Petroni, o mais falante entre os dois.

O irmão Lucas, mais reservado, conta que aprendeu os instrumentos de forma autodidata e hoje, se apresenta no violão, mas também no baixo, contrabaixo e na sanfona.

“Desde pequeno, meu irmão e eu, quando íamos nas lojas de brinquedos não queríamos carrinhos ou outros brinquedos comuns a toda criança. Sempre procurávamos instrumentos musicais infantis como violão, flautas, entre outros”, ressaltou o caçula da dupla.

O duo começou a carreira em 2015 se apresentando em espaços e eventos regionais de grande público como a Exposição Agropecuária de Montes Claros (Expomontes), além de festas tradicionais como a Vaquejada Nacional de Coração de Jesus, Exposição de Janaúba (Expô Janaúba), Pirapora, Rio Pardo de Minas, Diamantina, Januária e outras de destaque regional.

Os irmãos já abriram shows de grandes artistas nacionais como as irmãs Maiara & Maraisa, Zé Felipe, Matheus & Kauan, entre outros. Agora, a dupla entra em estúdio para a gravação do primeiro CD de autoria com 12 faixas inéditas.

“Esse trabalho tem sido muito aguardado, e certamente, será um divisor de água do nosso trabalho. São todas músicas próprias especialmente selecionadas para compor este CD”, disse Lucas.

Sobre o trabalho com a banda musical, Eduardo conta que nos shows o ritmo mais pedido ainda é o Sertanejo universitário, mas não deixam de atender pedidos de músicas e mesclam no repertorio, o funk, rock nacional, pop, sertanejo raiz e um pitada de eletro e pancadão.

“Procuramos atender a todos os gostos, pois sabemos que o público gosta desta mistura, desta efervescência cultural que agita o Brasil de Norte a Sul e de Leste a Oeste. E o nosso primeiro trabalho promete surpreender a todo. É esperar para ver, gostar e curtir”, finalizou Eduardo.

—-

Jornalista Wesley Gonçalves
Assessoria e Comunicação
JPMG/8874

Anterior CARNAVAL DE BRASÍLIA DE MINAS RETORNA COM DESFILES DE RUA
Próximo Expomontes 2018, uma programação de shows para superar todas as outras

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *