Dia 13 de Setembro é o dia Mundial de Combate à Sepse. E para comemorar a data, a Santa Casa de Montes Claros, através do Escritório da Qualidade, realizou nos dias de ontem e hoje, uma programação especial para falar sobre o assunto. De acordo com uma das organizadoras da ação, a enfermeira Sarah Torres, o objetivo da atividade foi sensibilizar as equipes quanto à relevância do tema. “Realizamos ações lúdicas, como o jogo da roleta, que consistiu em perguntas sobre o tema, com foco na sensibilização dos colaboradores”, explicou. Após finalizadas as estações, os colaboradores participaram de sorteio de brindes.
Entre os assuntos abordados, estão a lavagem correta das mãos, uso racional de antimicrobianos, uso adequado de precauções de contato, entre outros. A Sepse é um problema de saúde pública, com incidência crescente no mundo. Na Santa Casa de Montes Claros, desde 2013, é desenvolvido um trabalho de gerenciamento do Protocolo de Prevenção ao Choque Séptico. A iniciativa tem como foco garantir a segurança e a qualidade no atendimento ao paciente com Sepse; além de reforçar a importância do reconhecimento precoce dos sinais e sintomas da Sepse para o início do tratamento adequado o mais rápido possível; diminuindo assim, a mortalidade decorrente da disfunção múltipla de órgãos.

O que é Sepse?

A Sepse é um conjunto de manifestações graves em todo o organismo produzidas por uma infecção. A infecção pode estar localizada em apenas um órgão, como por exemplo, o pulmão, mas provoca em todo o organismo uma resposta com inflamação numa tentativa de combater o agente da infecção. Essa inflamação pode vir a comprometer o funcionamento de vários órgãos do paciente. Por isso, o paciente pode não suportar e vir a falecer. Esse quadro é conhecido como disfunção ou falência de múltiplos órgãos