MEC credencia as Faculdades Integradas Pitágoras como o primeiro Centro Universitário do Norte de Minas. Agora, as FIPMoc passam a se chamar UNIFIPMoc.

A Sociedade Padrão de Educação Superior recebeu, do Ministério da Educação (MEC), o credenciamento que transforma as Faculdades Integradas Pitágoras (FIPMoc) em Centro Universitário – UNIFIPMoc. A transformação significa maior autonomia e maturidade da Instituição de Ensino Superior (IES). Com isso, Montes Claros e região ganha o primeiro Centro Universitário para formação acadêmica.

Na manhã desta terça-feira (18/12) o Diário Oficial da União (DOU) publicou a portaria Nº 1.353, de 17 de dezembro de 2018 que oficializa a mudança de “faculdade” para “Centro Universitário”. De acordo com Élio Ribeiro Soares, presidente do Sindicato das Escolas Particulares de Minas Gerais / Norte de Minas, os centros universitários, assim como as universidades, têm graduações em vários campos do saber e autonomia para criar cursos no ensino superior. “Existem regras a se cumprir, como: ter, no mínimo, um terço do corpo docente com mestrado ou doutorado; ter, pelo menos, um quinto dos professores contratados em regime de tempo integral, entre outras. Tudo isso proporciona melhor qualidade de ensino aos acadêmicos e uma estrutura completa para a formação”, explica o presidente. “E para chegar a esse status, foi preciso atingir a pontuação adequada em três indicadores: Conceito Enade, Conceito Preliminar de Curso (CPC) e Índice Geral de Curso (IGC)”, acrescenta.  Para o diretor acadêmico, Dalton Caldeira Rocha, essa transformação proporciona independência à instituição: “O reconhecimento pelo MEC de nossa maioridade institucional delega autonomia para criar novos cursos, registrar nossos diplomas, gerir nossa vida acadêmica entre outros”.

Com isso, uma das principais regiões brasileiras em produzir educação a nível superior ganha o primeiro Centro Universitário com cursos nas diversas áreas do conhecimento. “Estamos todos muito felizes. A partir de hoje, as Faculdades Integradas Pitágoras passarão a se chamar UNIFIPMoc. Gostaria de agradecer a todos os colaboradores, coordenadores e professores porque são eles que fazem a instituição. E, evidentemente, os acadêmicos. Sem eles, nosso Centro Universitário não existiria. Então, quero expor a minha satisfação de termos uma instituição agraciada com essa titulação e pessoas educadoras que acreditam naquilo que fazem. Só poderia dizer muito obrigada”, emociona a Professora Fátima Turano – diretora Executiva que passa a assinar como reitora do novo UNIFIPMoc. “Somente nós juntos podemos atingir os objetivos que traçamos. Que 2019 concretizemos nossos sonhos pedagógicos e que podemos fazer um Centro Universitário diferenciado, o único do Norte de Minas. Ele será, com certeza, inovador. Vamos trazer o que há de melhor em educação para os nossos jovens e grande satisfação a todos que compõem essa instituição”, conclui.

“Alegria para a toda a família. Desde alunos, professores, colaboradores e gestores das do Centro Universitário UNIFIPMoc”, comemorou o professor Walfrido dos Mares Guia, sócio da Sociedade Padrão de Educação Superior. “Uma portaria do ministro da educação reconhece a competência, a qualidade e o respeito que as FIPMoc dedicam a seus alunos, professores e colaboradores – buscando sempre a mais alta qualidade nos serviços prestados – e transformou as nossas Faculdades Integradas em Centro Universitário.  Gostaria de reconhecer, como um dos fundadores dessa organização, que tanto honra as tradições educacionais de Montes Claros, o belíssimo trabalho da nossa diretora executiva e sócia Fátima Turano”, finaliza.

Para o professor Eliziário Rezende, diretor financeiro, o corpo de colaboradores e os acadêmicos têm grande responsabilidade neste credenciamento. “Este reconhecimento do MEC veio traduzir todo trabalho que nossa laboriosa equipe tem feito ao longo dos anos de existência na nossa antiga FIPMoc. Cumprimentando a nossa reitora Fátima Turano, externo a todos os nossos colaboradores e também a todos os acadêmicos. Eles merecem os parabéns porque ajudaram fazer as FIPMoc, que agora passam ser UNIFIPMoc, do tamanho e do porte que ela é”.

Mais que uma opção de formação universitária, Montes Claros e região também ganham imponência em ofertar um Centro Universitário. “Fico extremamente satisfeito ao receber essa notícia da criação do primeiro Centro Universitário de Montes Claros, conquista irrefutável das Faculdades Integradas Pitágoras”, enfatiza o ex-reitor da Universidade Estadual e Montes Claros (UNIMONTES), João dos Reis Canela. “Neste sentido, parabenizo a professora Fátima Turano e toda a equipe de trabalho pelo esforço e dedicação. É, sem dúvida, um grande avanço para o Ensino Superior do Norte do Estado e de Minas Gerais. Ao longo dos anos, a Universidade Estadual de Montes Claros e as FIPMoc realizaram profícuas parcerias. Tenho a certeza que, com o respectivo credenciamento, esta parceria será fortalecida com ações nas áreas de Ensino, Pesquisa e Extensão”, ressalta o professor João Canela.

Com a inserção do prefixo UNI no nome das FIPMoc, uma nova marca foi desenvolvida para selar o novo momento da instituição. “Este momento representa a maturidade da marca que recebe nova identidade a partir do conceito de Centro Universitário”, diz a diretora de Marketing, Letícia Turano. “As partes do ícone antigo se projetam para o centro, representando união, acolhimento e envolvimento: somos agora um centro de conhecimento”, explica a diretora. “Agora já não é suficiente apenas adquirir conhecimento enquanto técnica, é necessário que o que se aprenda sirva para poder agir diante de uma situação real. Conhecimento focado em habilidades e competências, é nisso que estamos envolvidos”, finaliza Letícia Turano.

Segundo a publicação da portaria do MEC, o título de Centro Universitário entrou em vigor nessa terça-feira (18/12) e tem validade no prazo de quatro anos para nova avaliação.