Crianças recém-nascidas na Santa Casa de Montes Claros podem deixar a maternidade já com a Certidão de Nascimento e o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), emitido na certidão. O documento gratuito pode ser feito até mesmo antes da alta hospitalar do paciente na Unidade Interligada de Registro Civil de Nascimento, vinculada à Maternidade Irmã Beata, que garante o direito à cidadania e contribui para a redução do índice de crianças não registradas em Montes Claros e região.

O serviço, atende cerca de 200 crianças por mês e vem mais uma vez reafirmar o compromisso do hospital em desenvolver ações que proporcionem às mães e filhos a qualidade e segurança do atendimento humanizado.

“Assim que a criança nasce ela recebe a Declaração de Nascido Vivo, DNV, e os pais já podem nos procurar para registrar o bebê. É uma grande facilidade para eles já saírem do hospital com a Certidão de Nascimento pronta que hoje já vem com o CPF. Só não são registradas as crianças de outras cidades porque os pais escolhem procurar o cartório do município de origem”, destaca a colaboradora Fernanda Braga Chaves, responsável pelo cartório.

Pai da pequena Lorena que nasceu no hospital na última terça-feira (21), Marcos Paulo Silva, procurou a Unidade de Registro Civil de Nascimento para registrar a filha nesta quinta-feira (23), antes mesmo dela e a mãe receberem alta no hospital. Feliz com o nascimento da bebê, o pai relata a importância do documento para família.

“É excelente ter esse serviço no hospital. É bem melhor já sair daqui com a certidão certinha sem precisar ir até o cartório. E o melhor é que tudo é feito muito rápido”, destaca.

Com um sistema vinculado ao cartório via internet, a impressão do documento ocorre no próprio hospital. Para efetuar a certidão de nascimento do recém-nascido, basta que os pais apresentem no cartório alguns documentos, sendo eles, a Declaração de Nascido Vivo, identidade do declarante, identidade da mãe e/ou certidão de casamento.