Muitas pessoas acham que não recebem do governo serviços de qualidade em contrapartida aos impostos que pagam, ou que o dinheiro dos impostos é mal empregado. O que poucos sabem é que existe uma maneira de mudar isso, escolhendo o que será feito com parte do Imposto de Renda. Estamos falando da destinação de 3% do valor devido ao fazer a declaração.  Uma atitude legal, fácil de fazer e sem custos para o declarante.

Segundo a contadora, Cecy Mota, muitas pessoas não contribuem porque desconhecem esses incentivos ou pensam que serão prejudicadas. No entanto, a iniciativa é amparada pela Lei Federal 8.069/90, que permite a destinação por meio do Fundo da Infância e da Adolescência – FIA, que por sua vez repassa os valores às instituições credenciadas, como a Fundação Sara. O direito vale não só para quem tem imposto a pagar, mas também para que tem valor para ser restituído. Além disso, o valor destinado é o percentual do valor devido, ou seja, que irá para o governo, caso o declarante para escolha o destino. “Funciona da seguinte maneira: o valor destinado ao FIA é automaticamente deduzido do Imposto a pagar. No caso de quem tem imposto a restituir, o valor será acrescido à restituição.”, explica a contadora.

A gerente da Fundação Sara, Silvana Amorim, sabe bem a importância dos recursos conquistados com a campanha. “Graças aos recursos do Imposto de Renda nós já conseguimos fazer inúmeros investimentos em benefício das crianças e adolescentes com câncer, como a construção da nossa sede, em Montes Claros, que serve também como casa de apoio para as famílias que vêm de fora; aquisição de veículos para transporte dos assistidos até hospitais e laboratórios; compra de equipamentos hospitalares; capacitação sobre diagnóstico precoce para profissionais de saúde da região; manutenção do projeto pedagógico, Escola Viva, que garante educação para os escolares em tratamento; além do custeio de medicamentos e exames de alto custo.”

A Fundação Sara está contando com o valor das destinações de 2018 para ajudar na construção do o Hospital de Câncer Sara Albuquerque, em Montes Claros. O hospital será exclusivo para o tratamento de crianças e adolescentes com câncer, e beneficiará Montes Claros e toda a região. Portanto, se você tem restituição ou imposto a pagar, você pode participar e destinar recursos, beneficiando-se da lei.

Em caso de dúvidas, converse com seu contador ou entre em contato com a Fundação sara pelo telefone (38) 3214-5500. No site www.fundacaosara.org.br/IR você encontra um vídeo explicativo e o passo-a-passo para destinar parte do Imposto de Renda ao fazer a declaração.

Sobre a Fundação Sara

A Fundação Sara Albuquerque Costa foi instituída em junho de 1998, na cidade de Montes Claros/MG, com o intuito de oferecer amparo a todas as famílias com crianças e adolescentes com câncer da região. O desejo de criar uma entidade filantrópica nasceu no coração de Álvaro e Marlene, pais da pequena Sara, que durante mais de dois anos lutou para vencer a doença, mas infelizmente não resistiu.

Quem acompanhou a história de luta da família se comoveu e se juntou à causa e, assim, a entidade foi ganhando força. A missão de oferecer assistência social ampliou para outros eixos, como o trabalho de diagnóstico precoce, realizado na região, as significativas contribuições aos hospitais onde as crianças e adolescentes se tratam e a criação de uma filial na capital mineira, em 2010. No total, já somam mais de mil famílias amparadas.

Às vésperas de completar 20 anos, a Fundação da Sara assume um novo compromisso: a construção do Hospital de Câncer Sara Albuquerque, uma obra necessária para aumentar as chances de cura, e possível, graças ao apoio, confiança e respeito conquistados durante todos esses anos, junto à sociedade e a instituições, como a Santa Casa de Montes Caros, que cedeu a terreno para a construção da obra e compartilhará a gestão dos serviços.